22 de Agosto de 2016 / às 22:12 / um ano atrás

Qual a origem da vida? Um foguete quer saber

CABO CANAVERAL, Estados Unidos (Reuters) - Os cientistas da Nasa, agência espacial norte-americana, estão dando retoques finais numa nave projetada para se encontrar com o asteroide Bennu, em 2018, para encontrar pistas sobre a origem da vida.

"Estamos a poucos dias de encapsular a carenagem do foguete e levar a nave até veículo Atlas V e começar a jornada de ida e volta até Bennu", disse o principal pesquisador da missão, Dante Lauretta, à Reuters no Centro Espacial Kennedy.

A missão de 1 bilhão de dólares, conhecida como Osiris-Rex tem lançamento previsto para 8 de setembro, a partir da estação da Força Aérea dos EUA em Cabo Canaveral, na Flórida.

A nave espacial robótica movida a energia solar, construída pela Lockheed Martin, deve se encontrar com o asteroide 1999 RQ36, apelidado de Bennu, daqui a dois anos para mapeamento e pesquisas e depois um braço robótico para coletar amostras e retornas em 2023.

Os cientistas estão interessados em estudar que minerais e produtos químicos o asteroide contém. Acredita-se que asteroides similares que colidiram com a Terra forneceram a matéria orgânica e a água necessários à formação da vida.

"Esperamos encontrar materiais que datam de antes de nosso sistema solar", disse Lauretta, acrescentando que as amostras físicas das missões Apollo à Lua nas décadas de 160 e 1970 ainda estão rendendo frutos científicos até hoje.

(Por Ben Gruber)

Tradução Redação São Paulo, 55 11 +56447723

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below