28 de Outubro de 2016 / às 22:17 / em um ano

Comma.ai desiste de dispositivo para direção autônoma após alerta de reguladores dos EUA

DETROIT/SAN FRANCISCO (Reuters) - O empreendedor de San Francisco George Hotz está tão confiante com sua startup de direção autônoma Comma.ai que mandou fazer camisetas dizendo: “Vamos ser ricos”.

Mas as autoridades de segurança de rodovias norte-americanas forçaram Hotz a pisar nos freios esta semana, mudando de direção em um desvio súbito no trajeto de suas riquezas prometidas.

Em carta na quinta-feira, a Administração Nacional de Segurança em Tráfego de Rodovias (Nhtsa, na sigla em inglês) exigiu que a Comma.ai forneça provas aos reguladores de que sua proposta de dispositivo para carros autônomos é segura ou arriscará ter sua venda bloqueada.

A ação, revelada nesta sexta-feira, é um sinal decisivo para o resto do Vale do Silício de que os dias em que os reguladores adotavam uma postura sem intervenções para a tecnologia de direção autônoma acabaram.

Hotz, num tuíte postado na China, disse que a Comma.ai está redirecionando seus esforços para “outros produtos e mercados”.

Hotz não respondeu imediatamente a emails pedindo comentários sobre a ordem da NHTSA. Mas em uma de suas postagens no Twitter disse que os planos para seu dispositivo plug in de direção autônoma chamado Comma One foi cancelado.

Por Paul Lienert e Heather Somerville

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below