14 de Setembro de 2017 / às 12:27 / em 2 meses

França diz que mais países da UE se juntarão a esforço para taxar gigantes da internet

PARIS (Reuters) - O ministro de Finanças francês, Bruno Le Maire, disse que espera que mais países da União Europeia (UE) se juntem nos próximos dias a um esforço liderado pelos franceses para aumentar a tributação de gigantes da internet como Google e Amazon.

Entrada da sede do Google em Paris, França 6/12/2011 REUTERS/Jacques Brinon/Pool/File Photo

A Alemanha, a Itália e a Espanha já assinaram uma proposta francesa de que as multinacionais digitais, como essas duas empresas líderes, deveriam ser tributadas na Europa com base em suas receitas, em vez de apenas lucros como ocorre atualmente.

Hoje, essas empresas são freqüentemente tributadas através dos lucros registrados por subsidiárias em países com baixos impostos, como a Irlanda, embora a maior parte das suas vendas seja proveniente de outros países da UE.

Le Maire deve apresentar o plano para outros membros da UE em uma reunião na capital da Estônia, Tallinn, no sábado.

“Outros países europeus participarão no sábado de manhã desta iniciativa francesa que queremos que seja bem-sucedida rapidamente”, disse em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Le Marie também minimizou a reportagem do jornal francês Les Echos que dizia que os alemães não estavam apoiando totalmente a iniciativa, afirmando que ele e seu colega alemão, Wolfgang Schaeuble, estavam “alinhados”.

Por Leigh Thomas

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below