June 1, 2018 / 11:00 PM / 4 months ago

EUA podem reivindicar pena de até US$ 1,7 bi da chinesa ZTE em breve, dizem fontes

(Reuters) - O governo Trump pode reivindicar indenização de até 1,7 bilhão de dólares da ZTE, enquanto tenta apertar o controle sobre a companhia de telecomunicações chinesa antes de permitir sua volta ao mercado, segundo pessoas a par do assunto.

REUTERS/Stringer

O Departamento de Comércio também está buscando visitas ao site sem restrições para verificar se os componentes dos EUA estão sendo usados ​​como reivindicado pela ZTE, e quer a divulgação dos cálculos dos componentes dos EUA em seus produtos em um website, disseram as pessoas.

A segunda maior fabricante da área de telecomunicações da China foi prejudicada pela proibição imposta em abril de comprar componentes de tecnologia dos EUA por sete anos por ter sido flagrada fornecendo ilegalmente ao Irã e à Coreia do Norte.

As negociações com a ZTE acontecem no momento em que o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, se dirige a Pequim neste fim de semana para negociações comerciais.

Uma fonte disse que Washington também quer que a ZTE troque sua diretoria em 30 dias, mas um acordo ainda não foi finalizado e as fontes alertaram que os termos podem mudar.

Representantes do Departamento de Comércio e da ZTE não responderam imediatamente a um pedido de comentário.

As empresas americanas fornecem entre 25 e 30 por cento dos componentes dos equipamentos da ZTE, incluindo smartphones e equipamentos para construir redes de telecomunicações

Por Karen Freifeld

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below