August 24, 2018 / 4:54 PM / in 3 months

Waymo monta subsidiária em Xangai conforme Google tenta voltar a China

Logo da Waymo em carro autônomo da empresa 27/03/2018 REUTERS/Brendan McDermid

PEQUIM/XANGAI (Reuters) - A unidade de veículos autônomos da Alphabet, Waymo, montou uma subsidiária em Xangai, de acordo com um registro de empresas, o mais recente sinal de que a gigante norte-americana está tentando fazer novas incursões na China.

A Waymo estabeleceu uma empresa integral de sua propriedade chamada Huimo Business Consulting em 22 de maio na zona de livre comércio de Xangai com capital registrado de 3,5 milhões de iuanes (509.165 dólares), segundo o Sistema Nacional de Informações Empresariais da China.

Seu escopo inclui consultoria de negócios e logística, bem como serviços relacionados ao projeto e teste de autopeças, disse o documento, que também listou o representante legal da empresa como Kevin Bradley Vosen.

A Waymo confirmou nesta sexta-feira que havia criado uma entidade legal na China há alguns meses e tem pessoas trabalhando lá.

O Google, controlado pela Alphabet, que saiu do mercado chinês de sites de busca em 2010, vem procurando maneiras de reentrar no setor no país, onde muitos de seus produtos são bloqueados pelos reguladores.

Em agosto, a Reuters informou que a empresa planeja lançar uma versão de seu mecanismo de busca na China que bloqueará alguns sites e termos de pesquisa. O presidente-executivo do Google, Sundar Pichai, disse à equipe que o desenvolvimento está em um estágio inicial.

O Google também se juntou a um investimento na plataforma chinesa Chushou e lançou um jogo de inteligência artificial no WeChat, o aplicativo de mídia social da Tencent Holdings.

O movimento da Waymo também ocorre em um momento em que a China está incentivando iniciativas em veículos autônomos para acompanhar os Estados Unidos em uma corrida global para desenvolver veículos autônomos.

No início deste ano, Pequim emitiu licenças para montadoras que permitem que veículos autônomos sejam testados em Xangai, incluindo a SAIC Motore a startup de veículos elétricos NIO.

Por Yilei Sun e Brenda Goh

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below