September 14, 2018 / 6:34 PM / 2 months ago

Centro de segurança cibernética do Sudeste Asiático é inaugurado na Tailândia

BANGCOC (Reuters) - Um centro de segurança cibernética foi aberto na Tailândia nesta sexta-feira para treinar funcionários de países da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean, na sigla em inglês) para combater ameaças na região propensa a ataques cibernéticos.

A proposta do Centro de Capacitação em Segurança Cibernética da Asean-Japão veio de uma reunião entre a Associação e ministros japoneses no Camboja em 2017.

Espera-se que cerca de 700 funcionários de segurança cibernética do Sudeste Asiático se formem nos programas criados pelo Japão, que incluem defesa cibernética, análise digital forense e análise de vírus.

“Cada membro da Asean está enfrentando ameaças cibernéticas mais sofisticadas, enquanto o efetivo de segurança cibernética ainda é insuficiente”, disse Surangkana Wayuparb, diretor executivo da Agência de Desenvolvimento de Transações Eletrônicas da Tailândia.

Cingapura sofreu seu pior ataque cibernético em julho, quando hackers roubaram informações pessoais de cerca de 1,5 milhão de pessoas, incluindo do primeiro-ministro Lee Hsien Loong, de um banco de dados de saúde do governo.

No início deste ano, a Malásia disse que frustrou uma tentativa de roubo cibernético em seu banco central.

A Tailândia está atualmente elaborando leis de segurança cibernética e proteção de dados, que espera que entrem em vigor até o final do ano.

Por Patpicha Tanakasempipat

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below