October 5, 2018 / 5:02 PM / 2 months ago

CPRREÇÃO-Agência de cibersegurança britânica apoia Apple e Amazon em negação de invasão

Analista de segurança cibernética trabalha em um centro de vigilância e alerta em um laboratório de defesa de segurança cibernética do Departamento de Segurança dos EUA 30/09/ 2011 REUTERS/Jim Urquhart

(Corrige no primeiro parágrafo para “questionaram”, no lugar de “refutaram”)

LONDRES (Reuters) - A agência de segurança cibernética britânica disse nesta sexta-feira que não há razões para duvidar das avaliações feitas pela Apple e Amazon, que questionaram informações publicadas pela Bloomberg de que seus sistemas contêm chips de computador maliciosos instalados pela inteligência chinesa.

A Bloomberg Businessweek na quinta-feira citou 17 fontes não identificadas de empresas e de inteligência que disseram que espiões chineses colocaram chips em equipamentos utilizados por cerca de 30 companhias, além de várias agências de governo dos Estados Unidos, o que daria à Pequim acesso secreto a redes internas das instituições.

“Estamos cientes das informações da mídia, mas nesta fase não temos motivos para duvidar das avaliações detalhadas feitas pela Amazon Web Services e pela Apple”, disse o Centro Nacional de Segurança Cibernética (NCSC, na sigla em inglês), uma unidade da agência britânica de espionagem.

“O NCSC aciona de forma confidencial pesquisadores de segurança e pedimos que qualquer pessoa com informações confiáveis sobre o assunto entre em contato conosco.”

Por Guy Faulconbridge e Mark Hosenball

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below