October 16, 2018 / 7:27 PM / a month ago

Google vai cobrar de fabricantes de smartphones da Europa por licenciamento do Google Play

BRUXELAS (Reuters) - O Google cobrará dos fabricantes de smartphones uma taxa de licenciamento pelo uso de sua popular loja de aplicativos Google Play e também permitirá que eles usem versões concorrentes do sistema operacional Android para cumprir uma determinação de defesa da concorrência da UE.

Logo do Google em exibição durante conferência de inteligência artificial. 17/09/2018. REUTERS/Aly Song.

Subsidiária da Alphabet, o Google anunciou as mudanças na terça-feira, três meses depois de a Comissão Europeia ter aplicado uma multa histórica de 5 bilhões de dólares contra a empresa por usar seu popular sistema operacional Android para criar dificuldades aos concorrentes.

A empresa disse que as taxas de licenciamento compensarão a perda de receita como resultado dos esforços de conformidade.

“A pré-instalação do Google Search e do Chrome junto com nossos outros aplicativos nos ajudou a financiar o desenvolvimento e a distribuição gratuita do Android, apresentaremos um novo contrato de licenciamento pago para smartphones e tablets enviados para o Espaço Econômico Europeu (EEA, na sigla em inglês)”, afirmou Hiroshi Lockheimer, presidente de plataformas e ecossistemas, disse em um blog.

O Espaço Econômico Europeu compreende os 28 países da UE, além da Islândia, Liechtenstein e Noruega.

Fabricantes que utilizam o Google Play e outros serviços do Google, como o Gmail, o YouTube e mapas, também podem instalar o aplicativo de pesquisa do Google e o navegador Chrome gratuitamente.

“Os parceiros Android que desejam distribuir os aplicativos do Google também podem criar smartphones e tablets não compatíveis ou bifurcados para a EEA”, disse Lockheimer.

As alterações serão aplicadas em 29 de outubro para todos os novos smartphones e tablets vendidos no EEA.

Autoridades antitruste da UE disseram em sua decisão de julho que o comportamento anticoncorrencial do Google, que data de 2011, incluiu forçar fabricantes de smartphones a pré-instalar o Google Search e seu navegador Chrome junto com sua loja de aplicativos Google Play em seus dispositivos Android.

Outra tática ilegal envolvia pagamento aos fabricantes para pré-instalar apenas o Google Search e impedi-los de usar sistemas Android concorrentes.

Por Foo Yun Chee

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below