October 29, 2018 / 6:22 PM / in 18 days

Câmara de arbritagem suspende aumento de capital da Oi

Logo da Oi durante assembleia de credores no Rio de Janeiro 19/12/2017 REUTERS/Pilar Olivares

SÃO PAULO (Reuters) - A Câmara de Arbitragem de Mercado da B3 suspendeu temporariamente um aumento de capital planejado pela Oi, para decidir sobre uma disputa entre operadora de telecomunicações e um acionista.

Em comunicado nesta segunda-feira, a acionista da Oi Pharol SGPS informou que recebeu prazo até 5 de novembro para apresentar argumentos adicionais ao órgão sobre a legalidade do aumento de capital planejado.

Em dezembro, os credores da Oi aprovaram um plano para reestruturar cerca de 65 bilhões de reais em dívidas após 18 meses de duras negociações entre credores e acionistas. Como parte do plano, os principais credores concordaram em injetar mais 4 bilhões de reais na empresa para permitir os gastos de capital necessários e melhorar seu perfil de dívida.

Na semana passada, a Oi informou que o plano foi aprovado por um tribunal de falências em Portugal, um passo importante que elevou as ações da Oi. As ações da Oi eliminaram a maior parte dos ganhos na segunda-feira, passando a cair 3 por cento por volta das 15h (horário de Brasília).

Em comunicado, a Oi disse que cumpriu rigorosamente as ordens judiciais, recebeu aprovação de seus planos dos tribunais de falência e responsabilizaria a Pharol por qualquer atraso no aumento de capital que possa causar prejuízos financeiros.

A empresa acrescentou que a decisão da arbitragem é “provisória” e pode ser alterada.

Por Gram Slattery

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below