October 30, 2018 / 7:11 PM / 13 days ago

China intensifica bloqueio de VPN antes de grande conferência sobre internet e comércio

HONG KONG (Reuters) - Autoridades chinesas intensificaram esforços para bloquear redes privadas virtuais (VPN), disseram provedores de serviços nesta terça-feira ao descrever um jogo de “gato e rato” com censores antes de uma grande feira comercial e conferência da internet.

VPNs permitem que usuários da internet na China, incluindo empresas estrangeiras, acessem sites no exterior como o Facebook e Google, da Alphabet, que as autoridades barram através do chamado Great Firewall.

Desde que Xi Jinping assumiu presidente em 2013, autoridades tentam restringir o uso da VPN, com provedores sofrendo atrasos periódicos na conectividade devido a bloqueios do governo.

“Desta vez, o governo chinês parecia ter pessoal no local monitorando nossa resposta em tempo real e implantando bloqueios adicionais”, disse Sunday Yokubaitis, diretor-executivo da Golden Frog, fabricante do serviço VyprVPN.

Autoridades começaram a bloquear alguns de seus serviços no domingo, disse ele à Reuters, embora o serviço da VyprVPN tenha sido restaurado na China.

“Nossas medidas normalmente funcionam por alguns dias antes que o perfil de ataque mude e eles nos bloqueiam novamente”, disse Yokubaitis.

A Administração do Ciberespaço da China não respondeu imediatamente a um pedido da Reuters por comentários.

Outro provedor, a ExpressVPN, também reconheceu problemas de conectividade em seus serviços na China na segunda-feira, o que provocou reclamações de usuários.

“Há muito tempo existe um jogo de gato e rato com VPNs na China e os censores mudam regularmente suas técnicas de bloqueio”, disse seu porta-voz à Reuters.

Embora os temores de um bloqueio geral nos serviços não tenham se materializado, especialistas do setor dizem que as conexões VPN frequentemente enfrentam paralisações na época dos grandes eventos na China.

Xi participará de uma grande feira em Xangai na semana que vem, destinada a promover a China como importadora global e acalmar preocupações estrangeiras com suas práticas comerciais, enquanto a cidade de Wuzhen recebe a uma conferência mundial para mostrar a visão da China sobre governança da Internet.

Por Josh Horwitz

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below