November 22, 2018 / 7:57 PM / 23 days ago

Parlamentares britânicos sugerem que empresários pressionem grupos de tecnologia a combater extremismo

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido deve dizer a empresários que pressionem grandes empresas de tecnologia para que façam mais para combater extremismo e terrorismo online, informou nesta quinta-feira um comitê parlamentar sênior.

No ano passado, um número de grandes empresas como Marks & Spencer e HSBC retiraram publicidade para os mercados britânicos do Google, após os anúncios apareceram junto com vídeos ofensivos no YouTube.

Após quatro ataques no Reino Unido matarem 36 pessoas no ano passado, ministros sêniores repetidamente demandarem que empresas de internet façam mais para reprimir conteúdo extremista e autorizar acesso a comunicações criptografadas.

Em relatório sobre os ataques de 2017, o Comitê de Inteligência e Segurança do parlamento britânico (ISC, na sigla em inglês) informou que apelar ao senso de responsabilidade social e corporativa dos grupos de tecnologia não as levou a fazer as mudanças necessárias.

Por Michael Holden

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below