March 7, 2019 / 2:11 PM / 8 months ago

Vodafone diz que proibição completa da Huawei no Reino Unido custará milhões de libras

FILE PHOTO: The Huawei logo is displayed ahead of the Mobile World Congress (MWC 19) in Barcelona, Spain, February 24, 2019. REUTERS/Sergio Perez/File Photo - RC1AF7D80330

LONDRES (Reuters) - A Vodafone disse que qualquer iniciativa do Reino Unido para barrar equipamentos fabricados pela Huawei de todas as partes de novas redes 5G custaria centenas de milhões de libras e seria capaz de desacelerar “muito significativamente” a implantação da nova tecnologia.

Os Estados Unidos pediram a aliados para não usarem produtos da Huawei porque a companhia poderia ser usada como um veículo para as operações de espionagem de Pequim, uma acusação que a empresa nega.

A Vodafone informou no mês passado que havia pausado o uso de componentes da Huawei em suas principais redes na Europa até que os governos avaliassem os riscos.

O chefe de tecnologia do grupo no Reino Unido, Scott Petty, disse na quinta-feira que o equipamento de rádio da Huawei foi usado em quase um terço das 18 mil estações radio-base da empresa no Reino Unido - uma parte da rede considerada de baixíssimo risco. Também seria parte da base da tecnologia 5G.

A Vodafone informou que lançará serviços 5G em 19 cidades do Reino Unido neste ano, acrescentando mais 12 locais às sete cidades que já estão em operação ou que estarão em breve com a tecnologia em funcionamento.

“Se fôssemos forçados a remover a Huawei da rede, precisaríamos ir para os 32 por cento das estações rádio-base que atualmente usam Huawei para rádio e substituir todas por tecnologia de outro fornecedor e, em seguida, implantar o 5G em cima disso”, Petty disse a jornalistas.

“O custo de fazer isso chega a centenas de milhões de libras e afetaria dramaticamente nossos negócios com 5G; nós teríamos que desacelerar a implementação do 5G de forma muito significativa.”

O governo britânico está revisando a cadeia de fornecimento de telecomunicações e deve apresentar um relatório nos próximos meses.

Nesta quinta-feira, a Huawei abriu processo contra o governo dos Estados Unidos, que aprovou no ano passado legislação que proíbe equipamentos da empresa em redes do país.

Por Paul Sandle

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below