March 21, 2019 / 6:59 PM / 8 months ago

Tesla processa ex-funcionários por suposto roubo de dados e código-fonte de piloto automático

REUTERS/Aly Song

(Reuters) - A Tesla entrou com uma ação nesta quinta-feira contra um ex-engenheiro da empresa, alegando que ele copiou o código-fonte de sua tecnologia de piloto automático antes de entrar para uma startup chinesa de carros autônomos em janeiro.

O engenheiro, Guangzhi Cao, copiou mais de 300 mil arquivos relacionados ao código-fonte do piloto automático da empresa, enquanto se preparava para se juntar à Xiaopeng Motors, informou a montadora do Vale do Silício na ação apresentada em um tribunal da Califórnia.

A Tesla está construindo uma unidade de montagem de veículos que a coloca em competição direta com a Xiaopeng e outras empresas chinesas no mais vasto mercado de veículos elétricos do mundo.

O piloto automático da Tesla é um sistema de assistência ao motorista que opera algumas tarefas de direção e permite que os motoristas tirem as mãos do volante, embora a empresa enfatize que o serviço ainda requer supervisão do motorista e não torna o veículo autônomo.

A Xiaopeng, que lançou um modelo de veículo elétrico em Las Vegas no ano passado, conta com o grupo Alibaba e a Foxconn entre seus investidores.

A empresa, também conhecida como Xpeng Motors, emprega pelo menos cinco ex-funcionários da Tesla, de acordo com o que alega a montadora norte-americana na ação.

Por Supantha Mukherjee em Bangalore

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below