April 17, 2019 / 7:10 PM / 4 months ago

Amazon fechará Marketplace na China, dizem fontes

Logotipo da Amazon. 8/8/2016. REUTERS/Kim Kyung-Hoon/File Photo

SÃO FRANCISCO/XANGAI (Reuters) - A Amazon planeja fechar a plataforma Amazon Marketplace no mercado doméstico na China em julho, disseram fontes a par do assunto, e se concentrar na venda de bens importados e serviços em nuvem no país mais populoso do mundo.

Consumidores da empresa China não poderão mais comprar produtos de outros lojistas no país, mas poderão fazer pedidos dos Estados Unidos, Reino Unido, Dinamarca e Japão, através da loja global da Amazon. A Amazon espera fechar os centros de atendimento e reduzir apoio aos comerciantes que vendem produtos domésticos na China nos próximos 90 dias, disse uma das pessoas.

Os consumidores chineses ainda poderão comprar e-readers e conteúdo online para o Kindle, disseram as fontes sob condição de anonimato. A Amazon Web Services, unidade de nuvem que vende armazenamento de dados e capacidade de computação para empresas, também permanecerá.

O marketplace chinês da empresa lutou para ganhar uma posição firme no mercado de comércio eletrônico altamente competitivo do país. A iResearch Global, firma de insights do consumidor, disse que o marketplace do Alibaba e o do JD.com detinham 81,9 por cento do mercado chinês em 2019.

A Amazon, maior varejista online do mundo, comprou o site chinês de compras online Joyo.com em 2004 por 75 milhões de dólares e renomeou como Amazon China em 2011.

Por Jeffrey Dastin, Brenda Goh, Cate Cadell, Pei Li e Josh Horwitz

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below