May 7, 2019 / 4:47 PM / 6 months ago

Dois israelenses são presos em investigação sobre sites da 'dark web'

(Reuters) - Dois israelenses foram presos sob suspeita de criar um site na ‘dark web’ usado para comprar armas, drogas e cartões de crédito roubados, informou a polícia israelense nesta terça-feira.

Os suspeitos foram presos durante investigação conjunta entre o FBI e a unidade de cibercrime de Israel. Outras prisões foram feitas na França, Alemanha, Holanda e no Brasil.

“Os suspeitos foram presos depois de criar um site na ‘dark web’”, disse a polícia em comunicado.

“O site esteve ativo por um longo período e milhões de dólares de transações foram feitos nele.”

A polícia disse que o site levava os usuários para outros sites usados para atividades ilegais e crimes que estavam sendo investigados.

“Os sites trabalharam juntos, cobrindo uns aos outros e divulgando ações e transações ilegais”, disse a polícia, acrescentando que as transações foram feitas usando bitcoin.

Os dois suspeitos israelenses devem comparecer ao tribunal de Tel Aviv. Nenhum detalhe adicional foi dado.

Três cidadãos alemães acusados de dirigir um dos maiores sites de dark web do mundo para venda de drogas e outros contrabandos foram presos na semana passada e acusados em dois países após uma investigação de dois anos.

Um quarto homem que supostamente atuou como moderador e promotor do site foi levado sob custódia no Brasil.

Por Steven Scheer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below