May 20, 2019 / 6:03 PM / 7 months ago

Campanha organizada anti-Trump surge no Instagram, diz estudo

Tela mostra logotipo do Instagram durante apresentação em nova York. 12/12/2013. REUTERS/Lucas Jackson

ROMA (Reuters) - Contas marcadas como “hatetrump” e “ihatetrump” fazem parte de uma campanha coordenada para tentar minar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que surgiu no site de mídia social Instagram, revelou um estudo independente.

O aplicativo disse que está investigando o assunto e já removeu alguns dos perfis destacados.

Ataques online contra oponentes de Trump foram bem documentados, principalmente na campanha presidencial de 2016, quando usuários russos teriam inundado sites de mídia social para minar a rival democrata Hillary Clinton.

A empresa italiana de análise Ghost Data disse que o presidente dos EUA enfrenta táticas ilícitas semelhantes, ainda que em escala limitada, com perfis falsos sendo criados e coordenando ataques online organizados para espalhar uma mensagem virulenta contra Trump.

“Descobrimos uma pequena operação que provavelmente faz parte de algo maior”, disse Andrea Stroppa, chefe de pesquisa da Ghost Data, que já havia publicado relatórios sobre falsificação online e redes maliciosas.

“Tenho a sensação de que alguém está experimentando. Testando as águas. Eles sabem o que estão fazendo.”

Algumas das contas pareciam ter quebrado as regras do Instagram, diz o estudo, por exemplo usando fotos roubadas de outras pessoas ou agindo em conjunto com outras contas para espalhar mensagens maliciosas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below