June 6, 2019 / 3:12 PM / 5 months ago

Via Varejo lança banco digital para baixa renda em parceria com startup Airfox

SÃO PAULO (Reuters) - A varejista de móveis e eletrodomésticos Via Varejo anunciou na quarta-feira o lançamento de um banco digital em parceria com a startup americana Airfox, com foco em clientes de baixa renda, e que usará cerca de 800 lojas físicas como pontos de atendimento.

Clientes conversam com vendedor em loja das Casas Bahia, parte da Via Varejo, em São Paulo 18/02/2013 REUTERS/ Nacho Doce

Com o movimento, a Via Varejo tenta ir além de vendedora de bens de consumo, acirrando a concorrência no Brasil, onde as carteiras digitais tornaram-se uma tendência crescente entre fintechs, bancos tradicionais e varejistas.

A companhia se aliou à Airfox em setembro passado, quando anunciou planos para soluções financeiras, em um acordo que concede à Via Varejo a opção de comprar até 80% do capital da startup americana até três anos após assinatura do contrato.

Diferente de outros aplicativos de carteira digital, o BanQi também contará com pontos físicos, ao usar as cerca de 800 lojas da Casas Bahia para transações como saques, depósitos, recargas de celular, bilhete único, pagamento de carnês, sem encargos.

“É uma plataforma escalável e de fácil acesso cuja missão principal é promover a inclusão social, econômica e digital”, disse o diretor presidente da Via Varejo, Peter Estermann, a jornalistas nesta quarta-feira.

Fora a base de clientes da Via Varejo de cerca de 60 milhões de pessoas, o BanQi também quer atrair usuários não atendidos por bancos tradicionais seja por devido ao perfil de crédito ou pela informalidade de emprego, disse o diretor executivo de finanças e relações com investidores, Felipe Negrão.

“Esperamos chegar muito rápido perto dos números da concorrência”, afirmou o executivo, citando como exemplos o Nubank e o Banco Inter .

Os executivos se recusaram a informar o valor desembolsado pela Via Varejo e pela Airfox no lançamento da plataforma, mas disseram que o investimento inicial envolve principalmente os custos de captação de novos clientes.

“A partir do terceiro ano, o negócio já fica pelo menos em breakeven ou rentável”, disse Negrão.

Inicialmente, o aplicativo BanQi estará disponível apenas para dispositivos Android, mas o plano é lançar uma versão para Apple até o fim do ano.

Novas funcionalidades serão adicionadas à plataforma até janeiro de 2020, incluindo conta remunerada, seguros, cashback em cartões pré-pago e de crédito, segundo os executivos.

“Também queremos conceder empréstimos, mas para isso temos que pedir autorização do Banco Central”, disse Negrão.

Subsidiária da rede de supermercados Grupo Pão de Açúcar, controlada pelo francês Casino, a Via Varejo está à venda desde novembro de 2016, mas segundo Negrão as negociações não devem interferir nas operações do BanQi.

Por Gabriela Mello; edição de Aluísio Alves

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below