July 1, 2019 / 5:29 PM / 4 months ago

Governo holandês não menciona restrição à Huawei em implantação de redes 5G

REUTERS/Aly Song

AMSTERDÃ (Reuters) - O governo da Holanda vai forçar as empresas de telecomunicações a analisar seus fornecedores de equipamentos mais detalhadamente à medida que implementam redes 5G no país, mas não mencionou alguma proibição contra a Huawei ou qualquer outra fornecedora chinesa.

Em uma carta ao parlamento, o ministro da Justiça, Ferd Grapperhaus, disse que uma força-tarefa criada para examinar a ameaça de espionagem em redes 5G concluiu que essa era uma “resposta suficiente para a ameaça”.

Enquanto a agência de inteligência holandesa AIVD emitiu várias advertências este ano sobre espionagem chinesa e russa, um importante órgão de consultoria na semana passada disse que os holandeses deveriam seguir a deixa do Reino Unido e da Alemanha e não excluir a Huawei completamente.

Grapperhaus disse que a força-tarefa realizou uma avaliação de risco com os três grandes provedores de telecomunicações holandeses, KPN, T-Mobile e VodafoneZiggo.

As empresas de telecomunicações holandesas terão agora “padrões extras elevados” para a segurança de fornecedores de equipamentos, disse ele.

Grapperhaus ordenou um inquérito na semana passada, quando a operadora de telecomunicações KPN sofreu uma interrupção de rede em todo o país que derrubou as linhas de serviços de emergência por quase quatro horas.

Por Toby Sterling

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below