July 3, 2019 / 3:12 PM / 4 months ago

Prefeitura do RJ vai cobrar taxas de patinetes e limita velocidade "para iniciantes"

Patinetes elétricos acumulados em rua de Paris REUTERS/Christian Hartmann

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O uso de patinetes elétricos na cidade do Rio de Janeiro passará a ter regras após um decreto publicado pela prefeitura nesta quarta-feira que veda a circulação dos equipamentos nas calçadas, estabelece idade mínima de 18 anos para uso e prevê uma velocidade menor para iniciantes.

As regras também obrigam as empresas que exploram o serviço a pagar para a prefeitura percentual da receita e parte dos ganhos com publicidade.

O decreto, que foi publicado no diário oficial do município, fixa velocidade máxima de 20 quilômetros por hora para a circulação de patinetes em ciclovias e ciclofaixas na cidade. Os equipamentos poderão circular em ruas desde que o limite de velocidade das vias seja de 40 quilômetros por hora. Acima disso, a circulação de patinetes fica proibida.

O texto também prevê que condutores iniciantes terão um limite de velocidade menor, de até 12 quilômetros por hora.

A prefeitura disse que um grupo de trabalho foi montado para analisar pontos do decreto e o nível de qualificação de iniciante é um deles. As multas previstas chegam a 20 mil reais.

As empresas de patinetes terão que se cadastrar e ter permissões da prefeitura para atuar na cidade e ainda pagar taxas à prefeitura pela exploração do serviço, segundo o decreto do prefeito Marcelo Crivella, que no final de junho teve processo de impeachment arquivado pela câmara de vereadores carioca.

“O preço público a ser pago mensalmente pelas operadoras credenciadas fica fixado em 1,5 por cento da receita bruta auferida pela operadora com a utilização de seus patinetes no âmbito do município”, afirma o texto. Além do preço público, as empresas operadoras também terão que pagar taxa relacionada à “exploração de receita publicitária no valor 36 reais por patinete”, diz o decreto.

A fiscalização dessas e outras regras será feita por órgãos municipais e inicialmente ela será educativa. Mas à frente, haverá punição financeira.

A assembleia legislativa do Estado chegou a aprovar dois projetos de lei com regras para patinetes, mas logo em seguida o governador fluminense Wilson Witzel afirmou que pretendia vetar por entender que as regras para transportes são de competência federal.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below