for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Agência reguladora da Holanda vê potencial violação de privacidade da Microsoft

19/10/2018 REUTERS/Mike Blake/File Photo - RC1377B0DDF0

AMSTERDÃ (Reuters) - A Microsoft está coletando remotamente dados de usuários do Windows Home e do Windows Pro, em uma possível violação das regras de privacidade, informou nesta terça-feira a Agência de Proteção de Dados da Holanda (DPA).

A DPA disse ter encontrado as práticas enquanto testava as mudanças na proteção de privacidade no Windows feitas no ano passado pela Microsoft, a pedido da agência.

“A Microsoft cumpriu os acordos feitos”, afirmou a DPA. “No entanto, a verificação também mostrou que a Microsoft está coletando remotamente outros dados dos usuários. Como resultado, a Microsoft ainda está potencialmente violando as regras de privacidade”.

O órgão regulador holandês informou que encaminhou suas descobertas para sua contraparte na Irlanda, onde a Microsoft tem sede.

A Microsoft afirmou estar comprometida em proteger a privacidade de seus clientes e aprimorou os recursos de privacidade de indivíduos e usuários de pequenas empresas do Windows 10 nos últimos anos.

“Nós acolhemos a oportunidade de melhorar ainda mais as ferramentas e opções que oferecemos a esses usuários”, afirmou a empresa.

Por Bart Meijer; Reportagem adicional de Foo Yun Chee em Bruxelas

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up