September 2, 2019 / 4:58 PM / 14 days ago

IFC lidera investimento de R$70 mi em startup de recrutamento Revelo

SÃO PAULO (Reuters) - A startup de recrutamento Revelo anunciou nesta segunda-feira que recebeu uma rodada de investimentos de 70 milhões de reais liderada pelo IFC, braço de investimentos do Banco Mundial.

Criada em 2015, a Revelo usa uma plataforma totalmente digital, com uso de recursos como inteligência artificial para elevar a eficiência dos processos de contratação de pessoas.

O foco da startup, hoje com 80 funcionários, é encontrar profissionais de finanças, gestão de projetos, design, tecnologia e marketing e cerca de mil companhias, incluindo Ambev, B2W e XP Investimentos, que se usam o serviço todo mês em busca de candidatos para vagas.

A área de recursos humanos tem sido um campo vasto para expansão de empresas de base tecnológica para tentar melhorar a eficácia dos geralmente lentos e caros processos de contratação de pessoal qualificado.

Segundo Lucas Mendes, sócio-fundador da empresa, o modelo da Revelo permite que as empresas clientes do serviço preencham as vagas em 14 dias em média, ante 68 dias do mercado, com custo 80% menor do que as consultorias tradicionais.

Trata-se de um modelo que tem crescido rápido em outras geografias como a Ziprecruiter, do Canadá, a norte-americana Indeed. Algumas já se tornaram o que se conhece no jargão do mercado como unicórnios, empresas com valor de mercado superior a um bilhão de dólares.

Mas a inspiração dos criadores da Revelo está em nomes que surgiram da China, casos de Liepin, Boss, Zhaopin e 51job.

“Hoje em dia faz mais sentido olhar para a China do que para o Vale do Silício, porque a realidade deles é mais parecida com a nossa”, diz o australiano Lachlan de Crespigny, um dos fundadores e sócios da Revelo.

Segundo Mendes, o aporte permitirá que a empresa cresça para mais geografias, incluindo fora do Brasil, investir em tecnologia e buscar parcerias com empresas de educação e universidades.

Também participaram da rodada de investimento na Revelo os fundos norte-americanos FJLabs e Valor Capital (EUA); o Dalus Capital, do México; e Seek, que já haviam investido na empresa.

O aporte amplia a as apostas em startups brasileiras pelo IFC, que nos últimos anos já investiu no aplicativo de entregas Loggi e nas fintechs Creditas e GuiaBolso.

Por Aluísio Alves

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below