for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Carrefour Brasil vê ecommerce manter expansão forte, lança nova plataforma em breve

SÃO PAULO (Reuters) - O Carrefour Brasil viu a pandemia da Covid-19 acelerar as vendas, particularmente no comércio eletrônico, tendência que deve persistir conforme a empresa se prepara para lançar uma nova plataforma online, disseram executivos nesta terça-feira, enquanto as ações disparavam após desempenho mais forte do que o esperado no segundo trimestre.

Logotipo do Carrefour. 9/11/2017. REUTERS/Nacho Doce

“Com ou sem Covid-19, vamos acelerar as vendas que já eram fortes antes mesmo da pandemia... A nova plataforma que vamos lançar vai aportar crescimento relevante”, disse o diretor presidente do Carrefour Brasil, Noël Prioux, em teleconferência com analistas e investidores.

Na noite de segunda-feira, a subsidiária do grupo francês Carrefour reportou salto de 75% no lucro líquido ajustado do segundo trimestre sobre igual período de 2019, para 713 milhões de reais, beneficiada por vendas maiores e esforço para controle de despesas.

A ação do Carrefour Brasil subia cerca de 6% por volta das 12:50 (horário de Brasília), após avançar até 9,5% mais cedo, tendo o melhor desempenho entre os papéis do Ibovespa.

A equipe de análise do Credit Suisse considerou o balanço “muito forte”, destacando a margem Ebitda ajustada de 9% como a principal surpresa positiva, em meio a ganhos de eficiência e assertividade na estratégia promocional.

“O resiliente portfólio do Carrefour Brasil deve seguir se beneficiando de uma demanda relativamente forte enquanto a pandemia de Covid-19 persistir”, escreveram os analistas Victor Saragiotto e Pedro Pinto em relatório.

As vendas online de alimentos da varejista saltaram 377% entre abril e junho, atingindo crescimento de três anos em apenas um trimestre, observou o diretor vice-presidente de finanças Sébastien Durchon.

Ele ponderou, no entanto, que o avanço exponencial do comércio eletrônico não vem canibalizando as lojas físicas, já que 60% das vendas pela internet partem de novos clientes.

Prioux acrescentou que o Carrefour Brasil desenvolveu em menos de seis meses uma nova plataforma online, que segundo ele será mais ágil e deve ser lançada neste segundo semestre.

A unidade de atacarejo do grupo, Atacadão, também lançou seu próprio marketplace para clientes corporativos e planeja expandir as vendas online para pessoa física por meio do aplicativo Cornershop além de São Paulo muito em breve, disse o presidente do Atacadao, Roberto Müssnich.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up