for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Twitter limita conta de filho de Trump após publicação sobre Covid-19

Donald Trump Jr. fala a jovens que aguardam discurso do pai, o presidente dos EUA, Donald Trump 23/06/2020 REUTERS/Carlos Barria

(Reuters) - O Twitter informou nesta terça-feira que havia limitado o acesso à conta de Donald Trump Jr por 12 horas, pois um tuíte publicado por ele violava a política de desinformação da plataforma para combater a Covid-19.

O filho mais velho do presidente dos Estados Unidos postou na segunda-feira um vídeo de médicos falando sobre a hidroxicloroquina. O vídeo foi retirado pela empresa de mídia social por violar suas regras para conter a desinformação sobre o coronavírus.

Trump também retuitou uma publicação na noite de segunda-feira acusando Fauci e democratas de suprimir o uso de hidroxicloroquina para tratar o novo coronavírus e incluiu um link para o vídeo, no qual os médicos desconsideram a necessidade de máscaras faciais em meio à pandemia.

O vídeo também foi retirado do Facebook e do YouTube, da Alphabet, depois de ser amplamente compartilhado.

“Está fora do papel do Twitter silenciar alguém por compartilhar as opiniões de profissionais médicos que discordam de sua narrativa anti-hidroxicloroquina”, disse Andy Surabian, porta-voz do filho do presidente, depois de compartilhar uma captura de tela que mostrava que o Twitter havia limitado temporariamente alguns dos recursos da conta de @DonaldJTrumpJr.

Um porta-voz da plataforma disse à Reuters que a conta não tinha sido suspensa.

“A captura de tela compartilhada diz diretamente que o Twitter requeria a exclusão do tuíte porque violava nossas regras e que limitávamos algumas funcionalidades da conta por 12 horas”, afirmou o porta-voz.

Por Elizabeth Culliford; reportagem adicional de Neha Malara

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up