9 de Setembro de 2008 / às 16:00 / em 9 anos

SAIBA MAIS-O que é o Big Bang?

9 de setembro (Reuters) - A Organização Européia de Pesquisa Nuclear (Cern) dará início na quarta-feira a experimentos para recriar o cenário verificado imediatamente após o Big Bang, a grande explosão que teria, segundo os cientistas, dado origem ao Universo.

A máquina conhecida como Grande Colisor de Hádrons (LHC) vai colidir dois feixes de partículas a velocidades próximas à da luz. Os pesquisadores pretendem fazer com que os raios circulem em uma direção no dia 10 de setembro. Mais tarde, farão com que circulem em direções contrárias, provocando colisões de partículas.

Leia abaixo mais informações sobre o Big Bang e sobre a experiência da Cern:

*RECRIANDO O BIG BANG:

-- Os testes finais envolveram injetar uma porção de partículas do acelerador do projeto dentro do túnel de 27 quilômetros do LHC e fazer com que girassem no sentido anti-horário por cerca de 3 quilômetros.

-- O colisor pretende simular as condições verificadas milissegundos depois do Big Bang, que criou o Universo cerca de 13,7 bilhões de anos atrás.

-- As colisões, nas quais ambos os grupos de partículas estarão viajando em direções opostas perto da velocidade da luz, serão acompanhadas nos computadores da Cern e de laboratórios do mundo todo por cientistas que pretendem descobrir, entre outras coisas, uma partícula que tornou possível o surgimento da vida.

Essa partícula difícil de ser detectada, chamada “bóson de Higgs” em homenagem ao cientista escocês Peter Higgs (que formulou, há quase 50 anos, a teoria sobre a existência dela), é apontada como a força misteriosa que garante a coesão da matéria.

*O QUE É O BIG BANG?

-- Recriar o Big Bang, que, segundo a maioria dos cientistas, é a única explicação para a expansão do Universo, deve mostrar como as estrelas e os planetas surgiram de um caos primordial instalado pouco depois dele, acredita a equipe da Cern.

-- A característica essencial dessa teoria consiste em afirmar que o Universo nasceu de um pequeno objeto do tamanho de uma moeda mas que estava em um estado extremamente quente e denso.

-- A expressão “Big Bang” foi cunhada em 1949 pelo cientista britânico Fred Hoyle para refutar uma teoria emergente que contrariava sua própria teoria de um “universo estacionário”. Segundo Hoyle, o Universo sempre existiu e estava evoluindo, mas não se expandindo.

-- Pelo modelo do Big Bang, o Universo expandiu-se rapidamente a partir de um estado primordial altamente comprimido, o que resultou em uma queda considerável de densidade e temperatura. Logo depois, o predomínio da matéria sobre a antimatéria (conforme se observa hoje) pode ter sido fixado por processos que também prevêem o decaimento do próton. Durante essa fase, muitos tipos de partículas elementares podem ter estado presentes. Depois de alguns segundos, o Universo esfriou-se o suficiente para permitir a formação de certos núcleos.

-- A teoria prevê que quantidades fixas de hidrogênio, hélio e lítio foram produzidas. A abundância dessas substâncias vai ao encontro do que se verifica hoje. Cerca de 1 milhão de anos mais tarde, o Universo estava suficientemente frio para a formação dos átomos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below