November 9, 2007 / 3:43 PM / 11 years ago

PF prende 31 suspeitos de fraude bancária pela Internet

SÃO PAULO (Reuters) - A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira, em Minas Gerais, 31 suspeitos de fraudar operações bancárias pela Internet.

Segundo uma nota da PF, os crackers —especialistas em invasão de sistemas de informática com intenções criminosas— envolvidos no esquema roubavam senhas e dados cadastrais de correntistas e depois faziam transferências, saques e pagamentos indevidos. O prejuízo é estimado em 600 mil reais ao ano por cada cracker, disse a polícia.

A quadrilha tinha ação nacional, mas se concentrava nas cidades mineiras de Belo Horizonte, Betim, Bom Despacho, Lagoa da Prata, Nova Serrana, Divinópolis, Nova Lima, Conselheiro Lafaiete e Uberlândia.

As investigações da Operação Ilíada começaram há oito meses e resultaram em 20 prisões preventivas e 11 temporárias, e teve ajuda das polícias dos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e do Distrito Federal, segundo a PF.

A PF disse ainda que os 160 agentes da PF envolvidos na operação também cumpriram 34 mandados de busca e apreensão, além das prisões.

Texto de Maurício Savarese

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below