12 de Dezembro de 2007 / às 12:57 / em 10 anos

Sharp processa Samsung por violação de patentes de LCD

Por Kiyoshi Takenaka

TÓQUIO/SEUL (Reuters) - A japonesa Sharp anunciou na quarta-feira que está processando a Samsung Electronics porque as telas de cristal líquido (LCD) e televisores LCD da empresa sul-coreana violam patentes detidas por ela.

Essa é a mais recente em uma série de disputas legais entre empresas asiáticas de tecnologia, à medida que elas passam a dedicar maior atenção a questões de propriedade intelectual para sobreviverem à feroz concorrência em seus mercados.

A Sharp, terceira maior fabricante mundial de televisores LCD, depois da Samsung e da Sony, anunciou que abriu processo no tribunal central distrital em Seul solicitando indenizações compensatórias e proibição à venda dos produtos que o processo identifica no mercado sul-coreano.

“A Samsung Electronics responderá vigorosamente a esse processo”, disse James Chung, porta-voz da Samsung.

Alguns recentes processos relacionados a patentes abertos por empresas asiáticas de eletrônica foram rebatidos por meio de outros processos movidos pelas companhias acusadas.

As três patentes mencionadas no mais recente processo se relacionam ao brilho, às velocidades de resposta e aos ângulos de visualização das telas LCD, segundo a Sharp.

Além de suas operações próprias de telas e televisores, a Samsung também tem uma joint-venture com a Sony nesse segmento, chamada S-LCD. Um porta-voz da Sharp afirmou que os produtos da S-LCD não constam do processo.

A empresa abriu outro processo de violação de patentes de LCD contra a Samsung e suas subsidiárias nos Estados Unidos, em agosto.

As vendas mundiais de televisores LCD subiram a 17,5 bilhões de dólares no período de julho a setembro, 48 por cento acima do resultado do trimestre no ano anterior, de acordo com o grupo de pesquisa DisplaySearch, mas muitos fornecedores de televisores LCD estão enfrentando dificuldades para obter lucros, devido ao declínio acentuado nos preços.

Em recentes disputas entre fabricantes asiáticos de eletrônicos, a Taiyo Yuden, do Japão, abriu processo contra a Prodisc Technology e a Ritek, de Taiwan, por violação de uma tecnologia de fabricação de discos DVD-R.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below