16 de Maio de 2008 / às 10:35 / em 9 anos

Aparelhos cosméticos de alta tecnologia chegam aos lares dos EUA

Por Ritsuko Ando

NOVA YORK (Reuters) - Tiffani Bruce, funcionária da rede de varejo norte-americana Walgreen, tinha suas dúvidas sobre o Zeno, um aparelho de redução de acne que sua empresa colocou à venda dois anos atrás.

Vítima de ocasionais espinhas, ela decidiu experimentar o pequeno aparelho e ficou surpresa com os resultados do tratamento de "choque de calor" que destrói as bactérias responsáveis pelo problema sem danificar a pele.

"Quando você ouve falar da coisa inicialmente, fica cético", disse ela, porta-voz da rede de drogarias sediada em Chicago. "Mas ele funciona, com certeza. É preciso apanhar a espinha antes que ela cresça demais, mas ele funciona."

Como o Zeno, um produto aprovado pela agência de saúde dos Estados Unidos, a FDA, mais e mais sistemas de tratamento cosmético de alta tecnologia anteriormente disponíveis apenas em consultórios de dermatologistas e spas caros agora estão à venda em drogarias do país ou via Internet.

Agora, os consumidores podem eliminar pêlos corporais indesejados ou punir espinhas com aparelhos do tamanho de celulares, no conforto de seus banheiros. Sistemas de redução de rugas, a varinha de condão definitiva do setor cosmético, também estão por chegar, dizem varejistas.

A maioria desses aparelhos são adaptados de versões usadas em clínicas, para operar com menor temperatura ou intensidade, a fim de impedir lesões como queimaduras.

CUSTO/BENEFÍCIO

"Você não precisa ir ao consultório e por isso o custo/benefício é bem melhor", disse Neil Sadick, dermatologista da Park Avenue que ajudou a desenvolver o no!no!, um remover de pêlos que custa 250 dólares, vendido pela Radiancy.

Embora alguns possam considerar o preço proibitivo, lembrem do seguinte: uma depilação completa de perna em Nova York pode custar de 50 a mais de 100 dólares e os tratamentos mais duradouros de redução de pêlos, usando pulsos de luz ou laser, usualmente custam centenas de dólares por sessão.

O no!no! usa o que seus fabricantes definem como tecnologia termodinâmica, que ajuda a destruir os folículos dos pêlos sem danificar a pele que os circunda. No site, a empresa promete: "Sem pêlo, sem dor, sem barulho, sem creme, sem estresse, sem sujeira."

"A desvantagem é que ele requer mais tratamentos e os resultados podem não ser tão bons (quanto os de uma sessão em consultório). Mas ficam perto", diz Sadick.

Allison Slater, vice-presidente de marketing de produtos de beleza na cadeia de varejo Sephora, disse que a maior parte de aparelhos como esses, entre os quais o Zeno e seu concorrente ThermaClear, estão substituindo cremes e outras soluções tópicas, e não abandonando os cuidados profissionais com a beleza.

"Não creio que o ponto seja necessariamente substituir o dermatologista. É mais como um reforço", afirmou ela.

O crescimento das vendas dos aparelhos cosméticos no varejo pode ajudar um setor --que inclui produtores de aparelhos cosméticos a laser como a Palomar Medical Technologies e a Cutera -- a enfrentar a desaceleração da economia norte-americana e a competição mais intensa.

QUEM NÃO QUER?

O Zeno custa de 150 a 200 dólares. Lee Stranahan, vice-presidente de marketing da Tyrell, a fabricante, disse que a empresa começará a vender uma versão menor e mais barata, o Zeno "mini", por cerca de 90 dólares, nos próximos meses.

A economia deprimida dos EUA não está prejudicando as vendas, até agora, diz Slater, da Sephora. Ela diz que novos aparelhos serão lançados no próximo ano, e que entre eles haverá sistemas de combate ao envelhecimento da pele.

"Prevenir ou reduzir o surgimento de linhas de expressão e rugas será realmente o futuro dessa categoria", segundo ela.

Por enquanto, a linha de aparelhos da Sephora inclui a escova Clarisonic, que usa tecnologia sônica para limpar poros, e o secador de cabelo T3, que usa turmalinas esmagadas para produzir "energia iônica e calor na banda infravermelha".

"Se você puder manter o cabelo de forma que fique menos revolto, e em tempo mais curto, quem não iria querer isso?", disse ela. "Melhor investir meu dinheiro em uma ferramenta avançada que vai economizar meu tempo."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below