24 de Julho de 2008 / às 13:47 / 9 anos atrás

Nextel amplia presença no Brasil, com aporte de US$100 mi

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - A Nextel, operadora de radiochamada controlada pela NII Holdings, conseguiu que a matriz ampliasse o plano de investimentos deste ano em mais 100 milhões de dólares para ampliar a cobertura no Brasil.

A companhia afirma ter licença para praticamente todo o Brasil, mas só instala a rede em locais onde percebe demanda no segmento corporativo, já que não vende ao usuário doméstico.

Atualmente, a rede da companhia atinge 225 cidades em sete Estados do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Goiás) mais o Distrito Federal.

Até o primeiro semestre de 2009, a cobertura chegará às regiões metropolitanas de Salvador, Recife, Vitória e Fortaleza.

Segundo Mario Carotti, vice-presidente de marketing da companhia, o plano inicial, anunciado no começo de 2008, era de um investimento de 750 milhões de dólares em todos os cinco países em que a companhia atua. Nesta quarta-feira, entretanto, ao divulgar os resultados do segundo trimestre, a empresa anunciou que o volume será de 850 milhões de dólares, graças aos 100 milhões de dólares que aplicará a mais no Brasil.

"A expansão só acontece por conta dos nossos bons resultados", disse Sergio Chaia, presidente da Nextel.

Além disso, ele ressaltou que os clientes corporativos da companhia têm solicitado a cobertura na região Nordeste e em Vitória, por abrigar um importante porto de exportação.

"O Brasil é a grande prioridade de investimento para a companhia", disse Chaia. "O aporte marca o reconhecimento de que o país é o grande motor da empresa para o futuro."

No trimestre de abril a junho, a receita líquida da Nextel cresceu 72 por cento sobre igual período de 2007, para 350 milhões de dólares, enquanto a base de clientes subiu 40 por cento, para 1,52 milhão de usuários --28 por cento da base mundial da NII.

O lucro operacional da subsidiária brasileira mais que dobrou, para 56,8 milhões de dólares, ante 25,3 milhões de dólares um ano atrás. A matriz teve receita consolidada de 1,1 bilhão de dólares, cifra 40 por cento acima da conquistada no segundo trimestre do ano passado.

O lucro líquido da NII foi de 155 milhões de dólares, com alta de 85 por cento sobre o mesmo intervalo de 2007, ou 0,93 dólar por ação.

TERCEIRA GERAÇÃO

A companhia levantou suspeitas de que pudesse abandonar a tecnologia iDen, da Motorola, que usa para as ligações de radiochamada, quando se inscreveu para participar dos leilões de terceira geração (3G) de celular promovidos pela Anatel em dezembro. A Nextel disputou todos os lotes, mas foi derrotada.

O presidente salientou que a decisão de investir na ampliação da rede também representa "o reconhecimento da tecnologia iDen" e a idéia de permanecer com ela.

A tecnologia não permite, entretanto, acesso à Internet em alta velocidade.

Alfredo Ferrari, vice-presidente jurídico e regulatório, explicou que a Nextel "ainda tem todo o interesse" em uma licença de 3G "mas é importante salientar que ela pode agregar valor ao iDen, mas não substitui-lo".

A Anatel reservou uma banda (a banda H) para novos interessados em frequências de 3G, depois de vender as bandas F, G, I e J. A idéia da agência era licitá-la no primeiro semestre deste ano, o que não aconteceu.

Ferrari afirmou que a Nextel espera que esse novo leilão aconteça "rápido e, se possível, ainda este ano", mas não recebeu nenhuma sinalização do órgão regulador.

Nos Estados Unidos, por exemplo, já existem aparelhos que combinem chips de 3G com a tecnologia iDen. A Nextel informou que avalia o uso de "outros fornecedores" além da Motorola para uma possível rede de terceira geração.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below