26 de Março de 2008 / às 12:09 / em 10 anos

Acionistas do Google procuram adaptação a direitos humanos

NOVA YORK (Reuters) - Acionistas do Google Inc. irão propor à empresa de busca na Internet que tome medidas para garantir a liberdade do acesso à rede e que promova uma avaliação dos efeitos de suas operações nos direitos humanos, segundo uma apresentação nesta terça-feira diante dos reguladores.

Em uma proposta que será submetida no encontro anual da companhia em Maio de 2008, os acionistas pedirão ao Google o comprometimento com certos padrões, como a garantia de não se envolver em censura proativa ou hospedar dados de usuários em países que restringem a liberdade de expressão.

A proposta será levantada pelo escritório de controladoria de Nova York, que compreende o Sistema de Aposentadoria dos Empregados da cidade de Nova York e também fundos de aposentadoria para professores municipais, policiais e bombeiros, informou o Google em comunicado à comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos.

Uma segunda proposta sugerida pela Harrington Investments pede a criação de um comitê de direção em direitos humanos para rever as implicações de suas medidas em escala mundial.

O Google disse que sua mesa diretora recomenda que os investidores votem contra as duas propostas.

A empresa irá pedir aos investidores que mantenham sua equipe de 10 diretores por mais um ano.

Reportagem de Michele Gershberg

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below