26 de Agosto de 2008 / às 20:43 / 9 anos atrás

EXCLUSIVO-Ex-rei da soja, Olacyr de Moraes investe em telefonia

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - O empresário Olacyr de Moraes, que ficou conhecido como “rei da soja” no Brasil, decidiu, aos 77 anos, investir em outro segmento: as telecomunicações.

Ele aportou recursos que lhe dão 60 por cento do controle da Legalphone, companhia idealizada pelo executivo Athos Bulgari, que atua no segmento há 25 anos e deixou os quadros da Telefônica no ano passado.

“(Olacyr) tinha esse sonho, que era investir em telecomunicações, e decidiu abraçar essa idéia”, afirmou Bulgari à Reuters.

A Legalphone será lançada oficialmente na próxima segunda-feira e tem como proposta oferecer serviços de telecomunicações “de forma inovadora, que não tenham similar no mercado”, segundo Bulgari.

O primeiro deles será a venda de um teclado multimídia que tem uma linha telefônica acoplada, por meio da rede IP. “O principal produto não é o teclado, mas os softwares que levam a comunicação ao equipamento”, explicou.

A plataforma foi desenvolvida internamente e o sistema de áudio é da norte-americana Gips. “Diferentemente do Skype, cada chamada passa por uma rede privada virtual (VPN), e não pela Web pública, o que garante qualidade e ausência de ruídos e interrupções”, acrescenta.

O equipamento já tem um sistema de troca de mensagens instantâneo próprio, um software de envio de mensagens de texto, além de memória flash de 2 GB para arquivos pessoais e agenda. Com duas portas USB, pode ser acoplado a qualquer microcomputador que tenha uma conexão de banda larga para que o usuário comece a falar.

Bulgari faz segredo sobre as tarifas e afirma que serão “bastante competitivas”.

A Legalphone solicitou à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a compra de licenças para atuar como operadora, mas, independente dela, pretende lançar os serviços em uma parceria com a Embratel, que vai fornecer a numeração das linhas.

Na estréia, a Legalphone também terá acordos com operadoras de Argentina, Chile, Peru, Colômbia, México, Estados Unidos, Inglaterra e China para venda do sistema em outros países.

O foco inicial da companhia é o mercado corporativo e governamental, mas Bulgari não descarta que mais à frente a Legalphone venda para o consumidor final.

Ele projeta a conquista de 500 mil assinantes no primeiro ano de operação, mas ressalta que esse número só contempla o mercado brasileiro. O mercado internacional deve gerar a maior parte da receita da empresa, na estimativa dele.

“Dos 8,4 milhões de usuários de banda larga no Brasil, só 3 por cento utilizam voz sobre IP. Há um grande potencial para ser explorado”, afirmou.

FILHO FOI EXEMPLO

Até então, o mais próximo que Olacyr de Moraes havia chegado do mundo das telecomunicações foi por meio do filho, Marcos de Moraes, que criou o portal Zip.net e o vendeu à Portugal Telecom em 2000 numa transação de 365 milhões de dólares, em plena euforia do mundo pontocom.

O portal foi parte do pagamento que a empresa portuguesa fez ao UOL quando adquiriu uma participação minoritária no provedor de Internet, em 2001.

Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below