27 de Março de 2008 / às 13:04 / 10 anos atrás

Número de internautas no Brasil salta 56,7% em um ano

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - O número de internautas residenciais no Brasil atingiu em fevereiro 22 milhões de pessoas, um aumento de 56,7 por cento em relação ao mesmo mês de 2006, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pelo Ibope//NetRatings.

Segundo a pesquisa, o Brasil vive “o maior boom” de crescimento em número de acessos residenciais à Internet desde 2000, quando a medição começou a ser feita, segundo comunicado distribuído à imprensa.

No início de 2007, o Brasil tinha cerca de 14 milhões de usuários ativos residenciais, de acordo com a pesquisa. Ao longo do ano passado, o país adicionou 7,1 milhões de usuários ativos, o que, segundo a parceria Ibope//NetRatings, foi o maior crescimento entre 10 países pesquisados.

Os Estados Unidos, mercado mais maduro, por exemplo, adicionaram 4 milhões de usuários, enquanto a França, 3,2 milhões entre janeiro de 2007 e janeiro de 2008.

Medidas de incentivo fiscal do governo à aquisição de microcomputadores, desde 2005, estão impulsionando também o número de internautas residenciais no país, já que a falta da máquina era um dos entraves à conexão domiciliar, como explicou José Calazans, analista de mídia do Ibope.

Segundo ele, “o porcentual de crescimento está aumentando mês a mês”, já que em janeiro o salto foi de 50 por cento em 12 meses e, em dezembro, havia sido de cerca de 40 por cento.

Para ele, além do aumento na venda de PCs, que conta também com a ajuda da melhora na renda média da população, existe “um motivo indireto”, que é a proliferação de locais públicos de acesso à rede mundial, como telecentros e lan houses no país, o que contribui para popularizar a Web.

“Uma vez que o usuário se acostuma com a Web, ele passa a querer ter acesso em sua casa também”, explica Calazans.

O Ibope atualizou o número de pessoas com acesso à Internet em qualquer local -- residência, telecentros ou lan houses -- para 40 milhões no último trimestre de 2007, o que equivale a um crescimento de 21,27 por cento sobre o mesmo período de 2006, quando era de 32,9 milhões de pessoas.

O tempo médio de navegação do brasileiro em casa subiu 3 horas e 17 minutos em fevereiro deste ano, comparado ao mesmo mês de 2007, para 22 horas e 24 minutos, o que coloca o Brasil como o país de maior tempo de navegação entre os pesquisados, seguido pelos Estados Unidos, cujo tempo médio foi 19 horas e 52 minutos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below