17 de Outubro de 2008 / às 17:09 / em 9 anos

Polícia britânica fecha site que permitia troca de dados entre criminosos

Por Michael Holden

LONDRES (Reuters) - A polícia britânica anunciou na sexta-feira que havia fechado um site altamente sofisticado que permitia a fraudadores de todo o mundo trocar detalhes de cartões de crédito roubados e descobrir sobre as mais recentes trapaças online.

Quase 60 pessoas foram detidas em diversos países como parte de uma operação clandestina de longa duração contra o site DarkMarket, liderada pelo Federal Bureau of Investigation (FBI) dos Estados Unidos.

O fórum de alta segurança, cujo acesso só estava aberto a pessoas convidadas e bloqueava visitas da maioria dos demais internautas, permitia que criminosos comprassem e vendessem informações financeiras roubadas, tais como os detalhes de contas bancárias online e cartões de crédito pessoais.

O site também oferecia informações atualizadas sobre como cometer fraudes online e que equipamentos usar para crimes financeiros.

Lançado em 2005, o site, que as autoridades definem como um dos mais significativos do tipo, tinha 2,5 mil usuários registrados, em seu momento de uso mais intenso.

A Serious Organised Crime Agency (SOCA) do Reino Unido informou que 11 pessoas haviam sido detidas como parte da operação, em Londres, Manchester, Leicester, Doncaster e Humberside.

Uma porta-voz da SOCA disse que investigadores se infiltraram no fórum em 2006 para recolher provas contra os líderes da operação.

“O problema com esses sites é que se forem simplesmente fechados, as pessoas transferem suas operações para outros locais”, ela afirmou.

“A idéia é capturar os principais operadores, altamente organizados e sofisticados, que os montam, monitoram e operam”, acrescentou.

Os criminosos podem “ganhar somas fenomenais de dinheiro” com essas atividades. Um homem vinculado a um antigo site desse tipo gastou 250 mil libras adquirindo dados sobre cartões de crédito roubados em seis semanas.

“Caso ele tivesse conseguido realizar o pleno potencial desses cartões, poderia ter faturado até 10 milhões de libras”, disse a porta-voz.

Novas detenções são aguardas no Reino Unido e no exterior como resultado da operação, que envolve também a polícias da Alemanha e da Turquia. Alguns dos detidos no exterior têm vínculos com crimes mais sérios e violentos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below