10 de Novembro de 2008 / às 17:17 / 9 anos atrás

ENTREVISTA-Novo comando quer preparar a Certisign para crescer

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - O executivo José Luiz Poço chegou ao comando da Certisign com a missão de preparar a companhia para o crescimento esperado de 10 vezes na área de certificação digital em um período de cinco anos.

Fundada em 1996, a empresa brasileira tem como sócios minoritários a norte-americana VeriSign, o braço de venture capital da Intel (Intel Capital) e o fundo de investimentos Darby. Três sócios brasileiros, entretanto, ainda controlam 70 por cento da companhia.

Segundo Poço, esse é um mercado recente em todo o mundo, não só no Brasil. Por isso, apesar da companhia ter 12 anos, começou a profissionalizar a gestão neste ano com vistas para o crescimento projetado.

Em 2008, o segmento de certificação digital deve movimentar 100 milhões de reais no Brasil, mas a expectativa das empresas que atuam no segmento é que a cifra atinja 1 bilhão de reais em cinco anos.

“Toda transação, todo trâmite de documento requer certificação”, citou ele, para demonstrar o potencial do segmento. A certificação digital garante o respaldo legal a um documento que trafega na Internet.

Em 2007, a companhia faturou 35 milhões de reais, mas a previsão para 2008 é que a receita alcance 40 milhões -- uma alta de 14 por cento -- e salte entre 35 por cento e 50 por cento em 2009.

Para isso, Poço conta com a incursão da empresa em mercados empresariais como o financeiro, aéreo e médico.

“Em nível governamental, especialmente na Receita Federal, a adoção (da certificação digital) já é bem grande”, citou o executivo, em entrevista à Reuters.

Desde o ano passado, por decisão da Receita Federal, as empresas com lucro real foram obrigadas a adotar o certificado para a entrega de suas declarações de Imposto de Renda.

Mas a Certisign espera expandir a adoção do recurso em outros segmentos. No caso das empresas aéreas, como explicou o executivo, a empresa tem um projeto com uma das companhias para implantar a certificação digital nas compras e vendas de passagens e assim reduzir o índice de fraudes.

Na área médica, a digitalização dos prontuários dos pacientes permite que o médico faça um acompanhamento remoto de alguns doentes, modelo que já foi adotado pelo Hospital São Vicente de Paula, do Rio de Janeiro, por exemplo.

Com as operadoras de telefonia, a Certisign faz testes-piloto para uso do celular como meio seguro de pagamento, inclusive para a própria recarga de créditos pré-pagos via débito em conta corrente ou cartão de crédito.

“O varejo é a área mais madura, mas o mercado corporativo tem um potencial gigantesco. No próximo ano esperamos começar a colher os frutos”, disse Poço.

CRISE COMO OPORTUNIDADE

Como acredita que a certificação digital possa trazer ganhos de produtividade e redução de custos de deslocamento e de papel, por exemplo, a Certisign afirma ver na crise financeira internacionais mais uma oportunidade do que um problema.

“Não vamos rir da desgraça alheia, mas para nós a crise é uma grande oportunidade”, afirmou.

O Brasil tem cinco autoridades certificadoras de primeiro nível, como explicou o executivo: o governo federal, a Caixa Econômica Federal, o Serpro e, na área privada, somente a Certisign e a Serasa.

Não existem números oficiais, mas Poço acredita que a Certisign e a Serasa tenham algo como 40 por cento cada uma do mercado, que até agora emitiu um total por volta de 600 mil certificados digitais.

Caso mantenha a participação de 40 por cento em cinco anos, a receita da empresa poderá saltar para 400 milhões de reais em 2013.

Edição de Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below