17 de Fevereiro de 2009 / às 22:27 / em 9 anos

ENTREVISTA-GVT amplia cobertura e quer ingressar no celular

Por Taís Fuoco

SÃO PAULO (Reuters) - A GVT, única operadora de telecomunicações listada no Novo Mercado da Bovespa, não sentiu sinais de crise nos resultados de 2008. A companhia planeja lançar serviços em novas cidades este ano e se diz “ansiosa” para estrear também na telefonia móvel.

“Não há nenhum sinal de desaquecimento”, disse Amos Genish, presidente da operadora, em entrevista à Reuters.

Segundo ele, a companhia continua a apresentar bons resultados e a atingir as próprias metas, além de estar se beneficiando da portabilidade numérica --recurso que permite ao cliente mudar de operadora e manter o número da linha.

A GVT afirma, com base nos números da administradora ABR Telecom, que atraiu para si 43 por cento dos clientes que pediram para mudar de operadora desde o início do processo, em setembro passado, ou 52,3 mil dos 121,7 mil pedidos.

A companhia, que atua na telefonia fixa e na Internet de banda larga, espera que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) regulamente nos próximos meses a existência das “operadoras virtuais” de celular --aquelas que não têm rede própria, mas alugam capacidade das demais para atender nichos de mercado.

“A GVT é uma candidata natural (a esse tipo de operação). Estamos esperando ansiosamente para poder levar também a telefonia celular aos nossos atuais clientes”, disse Genish.

LUCRO SOB NOVAS REGRAS CONTÁBEIS

A GVT divulgou nesta terça-feira o balanço de 2008, em que apresentou alta de 34,6 por cento na receita líquida sobre 2007, para 1,32 bilhão de reais.

O lucro líquido da companhia, entretanto, caiu na comparação com o ano anterior. Segundo a empresa, dentro das novas regras contábeis em vigor desde janeiro de 2008 (Lei 11.638), o ganho líquido foi de 30,6 milhões de reais.

Sem os efeitos da nova lei, o lucro teria sido de 57,9 milhões de reais, de acordo com a GVT, mas ainda assim seria menor que o de 2007, que foi de 59,2 milhões de reais. De acordo com Genish, o resultado é efeito da variação cambial na dívida da empresa nos três últimos meses do ano.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de 502,7 milhões de reais, com alta de 40,4 por cento sobre o ano anterior, o que elevou a margem Ebitda em 1,6 ponto percentual, para 38,1 por cento.

A companhia adicionou 685,3 mil novos clientes de telefonia fixa, totalizando 1,9 milhão de usuários, um salto de 55 por cento sobre 2007.

Em banda larga, a companhia elevou o número de clientes em 85 por cento, para 454,8 mil.

CAPACIDADE DE SOBRA EM 2009

Depois de investir 720,8 milhões de reais em 2008, recursos usados na ampliação da rede e na estreia em novas localidades, a GVT projeta aplicar um montante entre 500 milhões e 550 milhões de reais em 2009.

“Eu não chamaria de redução de investimentos”, disse o presidente da GVT. Segundo ele, é só uma melhor utilização dos recursos aportados no ano passado, que deixaram um estoque da ordem de 700 mil linhas. Por isso, a empresa não vê a necessidade de construir grande volume de novos acessos este ano.

Caso a demanda seja maior que a esperada, entretanto, “não vai hesitar” em rever o plano de investimentos para cima.

O número de funcionários deve continuar a crescer, na previsão da GVT. A empresa adicionou quase 1 mil empregados em 2008, elevando o total de 3.125 para 4.088. Para 2009, espera incorporar mais de 700 novos postos de trabalho para suportar a manutenção da rede e atender novos clientes, chegando ao final do ano com 4,8 mil funcionários.

A empresa projeta ingressar em pelo menos uma nova grande cidade este ano, entre abril e maio, além de expandir a presença ao redor dos municípios em que já atua. Hoje, a GVT atua em 80 cidades com toda a gama de serviços e ainda atende somente o mercado empresarial em São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro.

Edição de Daniela Machado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below