15 de Abril de 2009 / às 17:58 / em 9 anos

Celulares inteligentes e baratos brilham em mercado deprimido

Por Tarmo Virki

<p>Celular inteligente Nokia 5800 Xpressmusic. Fabricantes de celulares devem registrar vendas intensas de smartphones de baixo custo e cheios de recursos, conforme consumidores optam pelo "chique e barato" durante a recess&atilde;o global.</p>

HELSINQUE (Reuters) - Fabricantes de celulares devem registrar vendas intensas de smartphones de baixo custo e cheios de recursos, conforme consumidores optam pelo “chique e barato” em meio à recessão global.

A Research in Motion, segunda maior fabricante de smartphones depois da Nokia, surpreendeu investidores em 2 de abril com forte lucro motivado pela venda de modelos mais baratos de BlackBerrys a consumidores finais. A empresa ainda fez previsões otimistas para o ano.

Já a Nokia deve divulgar em 16 de abril queda acentuada no lucro de janeiro a março durante a divulgação de resultado trimestrais. No caso da empresa, fortes vendas do smartphone 5800, que possui tela sensível a toque e preço acessível serão um dos poucos pontos positivos do balanço.

“O 5800 claramente tem sido um grande sucesso e pode bem ser o principal condutor dos lucros da Nokia na primeira metade de 2009”, disse Stuart Jeffrey, analista do Nomura, em uma nota.

O foco no mercado de celulares neste ano está se voltando crescentemente para os smartphones, à medida que as operadoras oferecem subsídios para encorajar os consumidores a comprarem dispositivos com muitos recursos, capazes de gerar mais receita para elas.

As vendas de smartphones como o Blackberry devem crescer de 10 a 20 por cento, contra declínio de 10 por cento ou mais no mercado em geral.

“A fatia de mercado dos smartphones está tomando a de celulares comuns em um ritmo alarmante”, afirmou Sean Dalton, da Highland Capital Partners.

A Sony Ericsson, quarta maior fabricante mundial, é a mais exposta à demanda por celulares mais tradicionais focados em recursos como câmeras ou tocadores de música.

A empresa informou que registrará um prejuízo acentuado no primeiro trimestre, enquanto as vendas de celulares deverão cair praticamente pela metade ante o período anterior, abatidas pela fraqueza da demanda e pela redução dos estoques por redes de varejo.

A Sony Ericsson divulgará os resultados trimestrais em 17 de abril, enquanto a LG Electronics o fará somente dia 21 e a Samsung Electronics no dia 24.

A Nokia domina o mercado de smartphones com cerca de 40 por cento de participação, mas tem consistentemente perdido terreno nos últimos trimestres para novos rivais como o iPhone, da Apple.

A Nokia lançou o 5800, primeiro aparelho da marca com tela sensível a toques, no final do ano passado, mas analistas afirmam que o preço relativamente baixo do produto ajudará a empresa a superar as vendas do iPhone no Oriente Médio, Leste Europeu e Ásia. Além disso, há forte demanda pelo produto em mercados desenvolvidos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below