16 de Abril de 2009 / às 20:08 / em 9 anos

Justiça e Microsoft acertam extensão do prazo de vigilância

Por Diane Bartz

WASHINGTON (Reuters) - A Microsoft e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos concordaram em estender o prazo no processo de supervisão antitruste em 18 meses, de acordo com documentos da Justiça assinados nesta quinta-feira.

A Microsoft assumiu compromissos com os órgãos antitruste em 2002 por sua posição de domínio no mercado de sistemas operacionais para computadores pessoais e o prazo de vigilância estava agendado para acabar no dia 12 de novembro.

O Departamento de Justiça e os Estados envolvidos no processo antitruste disseram no documento, conhecido como um relatório conjunto de status, que o prazo limite até novembro não oferecer tempo suficiente para avaliar se a Microsoft removeu todos os erros de informações técnicas que são exigidos para dar licenças potenciais para desenvolver programas ao sistema operacional Windows.

O acordo assinado em 2002 prevê que a Microsoft informe aos fabricantes de computadores como seu software funciona com outros tipos de programas e um esforço para assegurar que não se repitam práticas do passado.

A próxima audiência está marcada para 22 de abril.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below