June 12, 2009 / 1:44 PM / in 9 years

Opera diz que oferta da Microsoft à Europa é insuficiente

Por Tarmo Virki

HELSINQUE (Reuters) - A Opera ASA, operadora norueguesa do navegador de Internet de mesmo nome, disse nesta sexta-feira que o plano da Microsoft de vender o novo sistema operacional Windows na Europa sem o Internet Explorer não é suficiente para restabelecer a competição no mercado.

Na quinta-feira, a gigante norte-americana de software, em meio a pressões antitruste de reguladores europeus, anunciou planos de vender o Windows 7 na Europa sem seu navegador incluído.

“Não acredito que isso vai restabelecer a competição”, disse o vice-presidente de Tecnologia da Opera, Hakon Wium Lie, à Reuters.

A iniciativa da Microsoft vem pouco antes de uma esperada decisão da Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia, sobre práticas da empresa que julga serem anticompetitivas —por abusar de sua posição dominante ao embutir o Internet Explorer no Windows.

Até agora, a Microsoft vinha alegando que seu navegador era uma parte integral do sistema operacional e que, por isso, não poderia tirá-lo do produto.

A Comissão Europeia já multou a Microsoft em quase 2 bilhões de dólares por várias infrações às regras de competitividade.

No mês passado, a Comissão aplicou multa de 1,49 bilhão de dólares sobre a Intel, maior produtora mundial de chips, por práticas anticompetitivas.

Reportagem adicional de Bate Felix e Ilona Wissenbach em Bruxelas

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below