18 de Junho de 2009 / às 18:34 / em 8 anos

Novo iPhone chega às prateleiras enquanto Apple aguarda por Jobs

<p>Vice-presidente de marketing mundial de produtos da Apple, Philip Schiller, fala em confer&ecirc;ncia da companhia.</p>

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO (Reuters) - Poucos eventos no mundo da tecnologia podem competir com a atenção dada ao lançamento do novo iPhone, mas a volta de Steve Jobs à Apple poderia ser um deles.

As vendas do novo e aperfeiçoado iPhone 3GS começam nos Estados Unidos nesta sexta-feira, enquanto aumentam as expectativas tanto entre investidores quanto entre fãs da marca para a possível reaparição do famoso presidente da Apple, que esteve afastado dos holofotes nos últimos seis meses por razões médicas.

A gigante do setor de eletrônicos mantém o silêncio sobre quando e como seria a volta de Jobs, reiterando um mantra que já virou velho conhecido, de que a Apple espera ansiosamente seu retorno no final de junho.

Há uma possibilidade, segundo analistas, de que Jobs troque de cargo em breve, para que possa focar mais em questões gerais e em produtos, deixando a administração da empresa para o presidente de operações Tim Cook, que atualmente atua como presidente-executivo interino.

"Para começar, ele voltará como presidente-executivo. Se houver alguma transição, será uma transição mais lenta, metódica", afirmou o analista da Pacific Crest Securities Andy Hargreaves.

Com as ações da Apple já valorizadas em 60 por cento neste ano, poucos analistas esperam que a volta de Jobs tenha um impacto continuado na bolsa, gerando apenas uma rápida alta.

Se Jobs decidir por um papel menor na empresa, analistas creem que uma queda no valor das ações também terá pouca duração, uma vez que Wall Street já teve tempo para se acostumar com os executivos coadjuvantes da Apple.

"As pessoas se sentem confiantes não só com Tim Cook como também com o caráter da equipe como um todo", disse Hargreaces. "Eles fizeram um bom trabalho dando destaque às outras pessoas que trabalham lá."

Além de Cook, Hargreaves cita como presenças traquilizadoras na Apple o vice-presidente de desenho industrial, Jonathan Ive, e o vice-presidente de engenharia de softwares, Bertrand Serler.

Jobs, que recentemente sobreviveu a um câncer no pâncreas, afastou-se do cargo de presidente-executivo em janeiro deste ano, alegando problemas de saúde. Durante sua ausência, Cook tomou seu lugar supervisionando o dia-a-dia da empresa, mas a Apple afirma que Jobs continuou atuando bastante nas decisões do executivo.

Um exemplo de como a Apple continua constantemente modernizando sua linha de produtos, mesmo com uma menor participação de Jobs, é o iPhone 3GS, que vem com um novo processador, mais rápido, ferramentas de vídeo, uma câmera aperfeiçoada e uma bateria de maior duração. O aparelho celular --que já estava no processo de criação antes do afastamento de Jobs-- deve competir no mercado com o BlackBerry, da Research in Motion, e o Palm Pre, da Palm, que vem ganhando o mercado desde seu lançamento.

O 3GS deve chegar às prateleiras nesta sexta-feira nos Estados Unidos, e mais sete outros países. Os lançamentos de versões anteriores do iPhone fizeram barulho, com muitas pessoas acampando em frente às lojas na noite antes do lançamento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below