22 de Julho de 2009 / às 12:59 / em 8 anos

LG Electronics tem lucro trimestral recorde no 2o trimestre

Por Marie-France Han e Rhee So-eui

SEUL (Reuters) - A LG Electronics divulgou um lucro trimestral recorde, puxado por vendas expressivas de celulares e televisores, o que a ajudou a ganhar participação de mercado das concorrentes Nokia e Motorola.

Contudo, preocupações sobre margens de lucro mais fracas podem impedir um rali das ações da companhia.

A LG Electronics está se beneficiando da fraqueza da moeda local e de uma forte linha de televisores de tela plana, celulares e outros produtos, incluindo o aparelho multimídia sensível a toque ARENA.

A companhia, que concorre com a Samsung Electronics e a Sony no mercado de televisores com display de cristal líquido (LCD), também está desfrutando de vendas robustas e da melhora das margens de lucro de televisores de tela plana.

Mas há dúvidas sobre se a LG pode manter um crescimento tão forte, após a companhia ter dito que as margens de lucro dos celulares no terceiro trimestre podem cair levemente.

“O segundo trimestre normalmente é a melhor temporada para a LG”, disse Choi Hyun-jae, analista da Tong Yang Securities.

A unidade que fabrica ar condicionado da LG, a maior do mundo, geralmente registra as margens e vendas mais altas no segundo trimestre.

“Os riscos econômicos globais continuam e a feroz competitividade entre novos produtos também pode resultar em reduções de preço”, explicou Choi.

O cenário global está melhorando, mas isso não se traduz em melhor demanda, disseram executivos da companhia.

A LG, que fica atrás da Nokia e da Samsung no segmento de celulares, vendeu um recorde de 29,8 milhões de aparelhos no segundo trimestre, ante 22,6 milhões de unidades comercializadas de janeiro a março.

A companhia divulgou margem de lucro operacional de 11 por cento no segmento de celulares, contra 6,7 por cento no primeiro trimestre, número que Choi afirma ser “bem extraordinário”.

O lucro trimestral líquido saltou 62 por cento frente ao ano anterior, para 1,15 trilhão de wons, registrando uma forte recuperação em relação ao prejuízo líquido de 198 bilhões de wons de janeiro a março.

As vendas globais da companhia alcançaram 14,5 trilhões de wons, alinhadas às expectativas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below