23 de Outubro de 2009 / às 14:41 / 8 anos atrás

Lucro da Microsoft cai 18% mas excede expectativas

Por Bill Rigby

<p>A Microsoft abriu sua primeira loja f&iacute;sica na quinta-feira, seguindo o lan&ccedil;amento do novo Windows 7. REUTERS/Joshua Lott</p>

NOVA YORK (Reuters) - A Microsoft esmagou as expectativas de lucro e vendas de Wall Street nesta sexta-feira, à medida que o mercado de computadores mostrou sinais de estabilização e as vendas do software Windows e do console Xbox ajudaram bem mais que o esperado.

A notícia alimentava uma alta de 8 por cento das ações da companhia na bolsa de Nova York.

Os fortes resultados consagram uma semana bem sucedida para a maior fabricante de softwares do mundo, que lançou o sistema operacional Windows 7 na quinta-feira, buscando recuperar a liderança no setor de tecnologia ameaçada pelas rivais Apple e Google.

“A Microsoft está de volta. Eles são capazes de ter sucesso apesar da intensa concorrência da Apple e do Google”, afirmou Katherine Egbert, analista da Jefferies & Co. “Os números foram inacreditáveis.”

As ações da Microsoft atingiram o nível mais alto desde junho de 2008. Os resultados seguem lucros melhores que o previsto das gigante do segmento Intel, Google e Apple.

A Microsoft informou queda de 18 por cento no lucro do primeiro trimestre fiscal, para 3,57 bilhões de dólares, ou 0,40 dólar por ação, contra 4,37 bilhões de dólares, ou 0,48 dólar por ação, no mesmo período um ano antes.

Wall Street contava com números muito piores, prevendo lucro de 0,32 dólar por ação, em média, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

As vendas desabaram 14 por cento, para 12,92 bilhões de dólares, parcialmente reduzidas por uma postergação de 1,47 bilhão de dólares de receitas para trimestres futuros relacionado à atualização gratuita do Windows 7 para recentes compradores do sistema antecessor Vista. O número ultrapassou a estimativa média de analistas de 12,31 bilhões de dólares.

Os resultados da Microsoft estão fortemente atrelados às vendas de computadores, que subiram no último trimestre em cerca de 2 por cento após dois trimestres de declínio.

A companhia não inclui nenhuma pré-venda do Windows 7 no balanço, oferecendo esperanças de que o atual trimestre mostrará um aumento nas vendas do novo sistema operacional.

“Você está vendo algum benefício da melhora nos computadores da qual ouvimos falar”, disse Brendan Barnicle, do Pacific Crest Securities. “Essa é uma tendência. Eles tiveram um bom impulso e irá acelerar agora que você tem o Windows 7 no mercado.”

Reportagem adicional Jim Finkle e Juan Lagorio

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below