26 de Maio de 2010 / às 18:35 / em 7 anos

Chinesa Shanda Games quer 10% de vendas internacionais em 2 anos

PEQUIM (Reuters) - A segunda maior operadora de videogames da China, Shanda Games, quer que 10 por cento de sua receita venha de vendas internacionais nos próximos dois anos, e está em busca de oportunidades de investimento no exterior.

A Shanda Games também lançará aplicativos para o iPad e iPhone, da Apple, ainda este ano, segundo informou o presidente-executivo da companhia, Charles Tan, em entrevista à Reuters na terça-feira.

“Esses jogos têm como público-alvo usuários internacionais, e os canais de distribuição da Apple são relativamente simples, então seria fácil para nós operar produtos em nível global”, disse Tan.

A Shanda Games vem perdendo participação de mercado para a líder do setor, Tencent Holdings, desde o ano passado.

A receita do mercado de jogos de Internet na China saltou mais de 40 por cento no primeiro trimestre para 7,82 bilhões de iuans (1,15 bilhão de dólares), segundo o grupo de estudos Analysis International. A Tencent conta com um quarto do mercado, seguida pela Shanda Games, que detém 21 por cento do setor, e a NetEase.com, com 15,7 por cento.

A Shanda Games, que depende da operação de alguns jogos antigos, mas de sucesso, para gerar receita, está em busca de aquisições. A companhia já comprou a norte-americana Mochi Media no começo do ano. A empresa ainda espera transferir seus investimentos da operação de jogos para a produção e exportação de games próprios.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below