4 de Março de 2011 / às 12:31 / em 7 anos

Mais problemas para os fabricantes de netbooks?

Por Clare Jim

TAIPÉ (Reuters) - Os fabricantes taiuaneses de netbooks, computadores portáteis de baixo preço que eram o destaque do setor poucos anos atrás, estão saltando para o mercado de tablets, de margens mais elevadas, depois de verem seus produtos sofrerem erosão de preços diante da concorrência dos elegantes novos aparelhos.

Ainda que o Apple iPad tenha se tornado um imenso sucesso, Asustek e Acer, que juntas controlam mais de metade do mercado mundial de netbooks, continuam a registrar crescimento de vendas em mercados emergentes como o da China.

Alguns analistas continuam a prever forte demanda para netbooks de preço acessível nos mercados emergentes. Os netbooks decolaram em 2008 e capturaram grande proporção do mercado de laptops.

Mas as ações da Acer caíram 20 por cento nos últimos três meses, enquanto as da Asustek se mantiveram estáveis.

Analistas preveem que as vendas de netbooks em 2011 possam sofrer queda de até 15 por cento sobre 2010, enquanto as de tablets podem triplicar ou quadruplicar este ano, respondendo por 30 por cento do mercado total de computadores portáteis.

“As metas agressivas de embarques de netbooks provavelmente serão atingidas por meio de avanços na participação em mercados emergentes como o do Brasil, depois do sucesso da empresa na Rússia, China e Índia”, disse Angela Hsiang, analista da KGI que recomenda as ações da Asustek.

Jenny Lai, analista da HBC, afirmou que se os fabricantes de netbooks conseguirem sucesso na venda de tablets, isso elevará consideravelmente suas margens de lucros e avaliação de mercado.

“Vamos ver o lançamento de muitos tablets a partir de março e essa é uma transição que os fabricantes de netbooks terão de realizar”, disse Lai, que recomenda as ações da Acer.

A Asustek reportou queda de 29 por cento no lucro líquido do quarto trimestre, mas espera que a queda de vendas se reverta a partir do segundo trimestre de 2011. O objetivo da empresa é vender 2 milhões de tablets este ano e levá-los a responder por entre 10 e 20 por cento de sua receita no ano que vem.

A Asustek, pioneira dos netbooks, planeja vender seus primeiros tablets no segundo trimestre por entre 399 e 799 dólares, enquanto a Acer vai precificar seus novos modelos de tablets entre 299 e 699 dólares, dependendo do tamanho de tela e aplicações.

Os preços desses fabricantes são mais baratos que o do iPad 2 recém lançado e que tem preço entre 499 e 829 dólares.

“O mercado agora está percebendo que o crescimento dos netbooks vai ser bem mais lento que o esperado e eu acho que veremos muitos cortes de estimativas adiante”, disse o analista Calvin Huang, da Daiwa.

O analista se mostra pessimista sobre os fabricantes de tablets além da Apple porque ficarão com apenas 30 por cento do mercado para disputar.

“Poderemos ver muita mudança no próximo ano e muitos vão ser tirados do mercado, mesmo as grandes empresas. Assim como aconteceu com os players de MP3 alguns anos atrás, muitos tentaram entrar no mercado, mas a Apple acabou ganhando.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below