16 de Outubro de 2012 / às 20:39 / em 5 anos

Dólar forte derruba receita da IBM no 3o tri

Por Nicola Leske

16 Out (Reuters) - A receita da IBM no terceiro trimestre ficou aquém das estimativas do mercado e seu lucro por ação superou por pouco as expectativas de analistas à medida que consumidores deixam de gastar com produtos de altos preços e a valorização do dólar prejudica as vendas de produtos mais rentáveis.

A IBM, que transferiu seu foco de produtos de margens mais altas, como softwares e serviços para artigos tecnológicos, anunciou nesta terça-feira lucro excluindo itens excepcionais de 3,62 dólares por ação, superando por pouco a estimativa média de analistas de 3,61 dólares.

Excluindo um encargo de 160 milhões de dólares relacionados a tarifas de pensão no Reino Unido, o lucro líquido recuou levemente para 3,82 bilhões de dólares, frente a 3,84 bilhões de dólares no mesmo período no ano passado. Já o lucro excluindo custos de aquisições cresceu 5 por cento para 4,2 bilhões de dólares.

A receita recuou 5 por cento para 24,7 bilhões de dólares devido a um impacto cambial negativo de quase 1 bilhão de dólares. Wall Street esperava um declínio na receita, mas de cerca de 3 por cento para 25,36 bilhões de dólares.

“Se você observar a performance no terceiro trimestre, nós começamos os primeiros dois meses numa trajetória mais forte do que vimos no trimestre inteiro”, disse o vice-presidente financeiro da Intel, Mark Loughridge, em conference call com analistas.

Ele acrescentou que “um punhado de acordos (...) não foram firmados no trimestre”, transações que a companhia acreditava serem garantidas.

O vice-presidente também disse que vários grandes países desapontaram, com os resultados da Intel no México e na Austrália “recuando dois dígitos”.

O analista Trip Chowdhry, do Global Equities Research, disse que alguns clientes estão adiando compras até as eleições presidenciais dos Estados Unidos, realizando compras menores em vez de substituir sistemas completos.

“Clientes estão simplesmente deixando de abrir suas carteiras”, disse. “Isso está pressionando gastos em tecnologia da informação”.

Receitas da região categorizada como EMEA pela IBM, que inclui Europa, Oriente Médio e África, foram de 7,2 bilhões de dólares, baixa de 9 por cento, sem ajuste para efeitos cambiais.

Nas Américas, a receita contraiu 4 por cento para 10,4 bilhões de dólares, enquanto as receitas na região da Ásia e do Pacífico cresceu 1 por cento para 6,5 bilhões de dólares.

A IBM reafirmou sua projeção para o ano, mirando lucro de pelo menos 15,10 dólares por ação.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below