12 de Dezembro de 2012 / às 15:49 / em 5 anos

Papa precisa de ajuda para mandar primeira benção pelo Twitter

Página do twitter do Papa Bento XVI é fotografada com seu primeiro tweet em um iPad. Foto tirada em Milão. 12/12/2012 REUTERS/Stefano Rellandini

Por Philip Pullella

CIDADE DO VATICANO, 12 Dez (Reuters) - Depois de semanas de expectativa e um frenesi na mídia, o papa Bento 16 solenemente usou um tablet nesta quarta-feira e tentou mandar seu primeiro tweet, mas algo saiu errado.

Imagens da TV Vaticano davam a impressão de que a primeira tentativa não deu certo. O papa, que ainda escreve seus discursos à mão, parece ter tido dificuldades ao tocar na tela e o tweet não foi enviado imediatamente. Então, ele precisou de uma pequena ajuda dos amigos.

O arcebispo dom Claudio Maria Celli, do Departamento de Comunicações do Vaticano, mostrou ao pontífice o que tinha de fazer, mas Bento 16 hesitou. O próprio Celli tocou levemente na tela e, lá se foi o tweet papal.

“Caros amigos, tenho o prazer de entrar em contato com vocês por meio do Twitter. Obrigado pela sua resposta generosa. Eu abençoo todos vocês do meu coração”, disse ele em sua introdução ao admirável mundo novo do Twitter.

O tweet foi enviado no final da audiência semanal do papa no Vaticano, diante de milhares de pessoas.

O papa já tem oito contas vinculadas ao Twitter: @Pontifex, a principal, é em inglês. As outras sete têm um sufixo no final para as diferentes versões. Por exemplo, a alemã é @Pontifex_de, e a versão em árabe é @Pontifex_ar.

Os tweets serão transmitidos em espanhol, inglês, italiano, português, alemão, polonês, árabe e francês. Outros idiomas serão adicionados no futuro.

Minutos antes de enviar seu primeiro tweet, o papa já possuía pouco mais de 1 milhão de seguidores em todas as línguas, e depois o número foi crescendo.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Após o primeiro tweet, depois que a audiência tinha terminado e as câmeras de televisão haviam sido desligadas, o pontífice respondeu à primeira das três perguntas enviadas a ele em #askpontifex, o serviço em inglês.

A primeira pergunta respondida pelo papa foi: “Como podemos celebrar melhor o Ano da Fé em nossa vida cotidiana?”

Sua resposta: “Falando com Jesus na oração, ouvindo o que ele diz no Evangelho e procurando por ele naqueles que passam necessidade.”

O papa, que, como líder da Igreja Católica tem 1,2 bilhão de seguidores de sua palavra, não vai seguir ninguém no Twitter, segundo informou o Vaticano.

O conteúdo dos próximos tweets virá principalmente de sua audiência geral semanal, bênçãos de domingo e homilias nos principais feriados da Igreja.

Eles também devem incluir reações a acontecimentos importantes no mundo, como desastres naturais.

O Vaticano acrescentou que os tweets papais serão pequenas “pérolas de sabedoria”. Seus pensamentos terão de ser condensado em 140 caracteres, enquanto os documentos papais muitas vezes alcançam 140 páginas.

O Vaticano disse que foram tomadas precauções para garantir que a conta certificado do papa não seja violada por hackers.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below