21 de Fevereiro de 2013 / às 13:52 / 5 anos atrás

Sony quer se antecipar a Microsoft com novo PlayStation

Por Liana B. Baker e Malathi Nayak

Sony apresenta PlayStation 4 em Nova York.

NOVA YORK, 21 Fev (Reuters) - A Sony anunciou que vai lançar a nova geração de seu PlayStation este ano, e espera que seu primeiro console de videogame em sete anos lhe propicie uma vantagem inicial muito necessária diante da próxima versão do Microsoft Xbox, ajudando-a a reanimar suas problemáticas operações de eletrônicos.

O novo console terá uma interface reformulada e permitirá que os usuários joguem videogames hospedados em servidores, e que o façam enquanto baixam outros jogos ou compartilham vídeos com os amigos. O novo controle, chamado DualShock 4, contará com uma tela sensível ao toque e uma câmera capaz de perceber a profundidade do ambiente diante dela.

A Sony, que já mostrou o novo controle mas ainda não mostrou o console, afirmou na quarta-feira que o PlayStation 4 chegaria às lojas na temporada de festas do final do ano, e que contaria com títulos de produtoras como a Ubisoft Entertainment e a Activision Blizzard, cujos principais executivos participaram da espalhafatosa cerimônia de lançamento.

A empresa não revelou o preço ou data exata de lançamento.

O anúncio da Sony surge em meio a especulações no setor de que a Microsoft deve revelar o sucessor de seu Xbox 360 no terceiro trimestre deste ano. O atual Xbox 360 oferece uma rede online superior à do PlayStation 3, com recursos como comandos por voz em jogos interativos e melhor conectividade com smartphones e tablets.

Mas todos os fabricantes de consoles de videogames precisam enfrentar os avanços dos aparelhos móveis em seu território.

Os tablets e smartphones produzidos por rivais como a Apple e Samsung Electronics já respondem por cerca de 10 por cento dos 80 bilhões de dólares anuais movimentados pelo mercado de videogames. Esses aparelhos móveis, preveem os analistas, dentro de alguns anos serão tão poderosos quanto a safra atual de consoles de videogames.

“Parece bom, com muitos jogos ótimos, mas o setor mudou, agora”, disse Billy Pidgeon, analista da Inside Network Research, sobre o novo PlayStation. “Terá crescimento mais lento, e não decolará em alta velocidade”, acrescentou.

MIGRAÇÃO PARA APARELHOS MÓVEIS

Os fabricantes de consoles também terão de enfrentar a queda nas vendas de hardware e software, que o grupo de pesquisa NPD estima terem se reduzido em todos os meses do ano passado, devido à migração de usuários para jogos gratuitos para uso em aparelhos móveis.

O PlayStation 4 terá um aplicativo destinado a aparelhos Android e Apple, permitindo que se conectem a jogos nos consoles e funcionem como segunda tela, disse Jack Tretton, presidente-executivo da Sony Computer Entertainment of America, em entrevista.

O console, que está em desenvolvimento há cinco anos, terá memória de oito gigabytes e poderá transmitir instantaneamente conteúdo de jogos para o portátil PlayStation Vita, por meio de um recurso chamado “Remote Play”, informou a companhia.

“A Sony está apostando na facilidade de uso do sistema”, disse Greg Miller, editor executivo de PlayStation no site de videogames IGN.com.

Depois de seis anos, as vendas do Sony PlayStation ficam pouco abaixo da base instalada de 67 milhões de consoles Xbox, e bem abaixo dos 100 milhões de consoles Wii vendidos pela Nintendo, de acordo com analistas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below