4 de Setembro de 2013 / às 00:13 / em 4 anos

Kodak sai da falência com foco em impressão comercial

Por Nick Brown e Tanya Agrawal

3 Set (Reuters) - A Eastman Kodak Co, pioneira na área de fotografia, saiu nesta terça-feira do Capítulo 11 da lei norte-americana de proteção à falência, com planos de continuar como uma empresa de impressão digital menor.

A nova Kodak vai focar em produtos comerciais como tecnologia de impressão digital de alta velocidade e impressão de embalagens flexíveis para produtos de consumo.

“Vocês não podem imaginar o quanto eu esperei por este momento... Esta é uma companhia totalmente nova”, disse a repórteres o presidente-executivo Antonio Perez.

Fundada em 1880 por George Eastman, a Kodak foi por anos sinônimo de câmeras domésticas de uso familiar. A empresa apresentou falência de 6,75 bilhões de dólares em janeiro de 2012, pressionada pelos altos custos de fundos de pensão e longos anos de atraso em adotar a tecnologia de câmeras digitais.

A nova companhia espera ter receita de 2,5 bilhões de dólares este ano, disse Perez.

A companhia resolveu em abril uma disputa crucial com seu fundo de pensão britânico, que desistiu de uma demanda de 2,8 bilhões de dólares contra a Kodak. O fundo também comprou os negócios de imagens personalizadas e impressão de documentos da companhia por 650 milhões de dólares.

Perez, no cargo desde 2005, vinha tentando direcionar a empresa para impressoras de consumo e comerciais, mas não conseguiu conter a fuga de recursos. A empresa não tem um lucro anual desde 2007.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below