for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Fabricante de chips TSMC retoma produção após ataque de vírus WannaCry

19/11/2015. REUTERS/Pichi Chuang

TAIPÉ (Reuters) - A Taiwan Semiconductor Manufacturing (TSMC), maior fabricante terceirizada de chips do mundo, afirmou nesta segunda-feira que um ataque de um vírus ocorrido na companhia foi resultado de uma mutação na praga eletrônica WannaCry e que voltou a operar sua produção.

A companhia informou durante o final de semana que uma série de suas ferramentas eletrônicas de produção foram infectadas por um vírus e que esperava recuperar a atividade nesta segunda-feira. A empresa informou que espera que o incidente provoque atrasos nas entregas.

A TSMC, fornecedora da Apple, afirmou inicialmente que o impacto do ataque sobre a receita do terceiro trimestre seria de 3 por cento, mas depois revisou o número para 2 por cento e informou que nenhuma informação de cliente foi afetada pelo ataque.

O presidente-executivo da companhia, C.C. Wei, afirmou que um “erro operacional” ocorreu quando uma nova ferramenta de produção não foi desligada durante a instalação e que o vírus se espalhou rapidamente por mais de 10 mil equipamentos de suas fábricas em Taiwan.

“Esta é a primeira vez que isso aconteceu. Eu fiquei chocado e surpreso”, disse o executivo a jornalistas em Taipé, acrescentando que a companhia melhorou seus sistemas de segurança e medidas de proteção.

“Mudamos o sistema para automaticamente detectar (um vírus) e este erro nunca mais vai acontecer”, afirmou.

Ele afirmou que acredita que o vírus não foi criado especificamente tendo como alvo a TSMC e que a companhia não recebeu qualquer pedido de resgate para a reparação de seus sistemas.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up