October 3, 2019 / 4:22 PM / 15 days ago

Grupo de privacidade diz que gigantes da tecnologia não cumprem promessas sobre anúncios políticos

(Reuters) - O Facebook, o Twitter e o Google não dão transparência adequada para seus usuários em relação a anúncios políticos, afirmou um grupo de defesa da privacidade nesta semana.

Um relatório da organização Privacy International, com sede em Londres, disse que muitos usuários não têm uma visão significativa de como os anúncios são direcionados aos serviços de mídia social.

O grupo chamou o Google de “especialmente deficiente” na divulgação de informações sobre o direcionamento de anúncios, que permite que os anunciantes entreguem mensagens personalizadas para diferentes grupos de usuários.

O porta-voz do Google, Alex Krasov, disse que “sabemos que há mais trabalho a ser feito e estamos buscando maneiras de trazer mais transparência aos anúncios políticos para mais regiões e mais tipos de eleições”.

Grandes empresas de internet têm compartilhado mais informações sobre anúncios políticos após um escrutínio de agências de inteligência dos EUA, que descobriram que a Rússia tinha como alvo eleitores norte-americanos com conteúdo de mídia social, incluindo anúncios, para tentar influenciar a eleição de 2016. A Rússia negou as acusações.

Um porta-voz do Facebook disse que a empresa reforçou suas regras sobre anúncios políticos nos últimos anos e melhorou a transparência no Facebook e no Instagram.

O Twitter não respondeu a pedidos para comentar o relatório.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below