for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Wall Street apoia venda de unidade de chips de memória da Intel para Hynix por US$9 bi

Pessoas em frent ao logotipo da Hynix, no escritório da companhia, na Coreia do Sul. 25/4/2016. REUTERS/Kim Hong-Ji

BANGALORE, Índia (Reuters) - A venda da unidade de chips de memória Nand da Intel para a sul-coreana Hynix por 9 bilhões de dólares ajudará a norte-americana a se concentrar em processadores de margens maiores, disseram analistas nesta terça-feira.

A Intel tem tentado se concentrar mais em suas áreas de maior força, que incluem chips de memória Optane, negócio menor, porém mais lucrativo, enquanto foca em desenvolvimento de tecnologias mais avançadas.

A saída do mercado de chips Nand também ajudará a Intel a reduzir o impacto nos resultados de um segmento que se tornou uma commodity na indústria eletrônica e de competição ferrenha.

Analistas da Cowen afirmaram que o negócio é crítico para a Intel uma vez que vai reduzir “variáveis de produto e manufatura” exigidas para que os negócios de chips CPU para computadores voltem a gerar resultados.

A Hynix tinha 11,7% do mercado de chips de memória Nand no segundo trimestre, enquanto a Intel tinha 11,5%, segundo a empresa de pesquisa TrendForce, o que as colocava em quarto e sexto lugares entre os maiores fabricantes, respectivamente.

O acordo, o maior já feito pela Hynix, vai ajudá-la a superar a Kioxia e reduzirá a distância para a líder Samsung.

A Evercore ISI afirmou que o negócio não deve alterar a dinâmica da indústria, uma vez que seis competidores globais ainda é um número excessivo. “Mais consolidação na indústria é necessária”, disse o analista C.J. Muse.

Por Aniruddha Ghosh

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up