August 24, 2018 / 2:54 PM / a month ago

Ibovespa tem ganhos com alívio no exterior, mas cautela eleitoral segue no radar

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice acionário da bolsa paulista B3 operava em alta nesta sexta-feira, com menos aversão a risco no exterior e após as quedas recentes, embora o tom de cautela permaneça no radar diante das incertezas do cenário eleitoral local.

9/05/2016. REUTERS/Paulo Whitaker

Às 11:48, o Ibovespa subia 0,85 por cento, a 76.276,41 pontos, após cair 1,65 por cento na quinta-feira. O giro financeiro era de 2,19 bilhões de reais.

Wall Street operava no azul, amparado nos ganhos de ações de empresas do setor de energia, com o S&P 500 mostrando ganho de 0,29 por cento.

Ainda no exterior, o chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, reforçou o viés de alta gradual de juros na maior economia do mundo, ao afirmar nesta manhã que aumentos constantes da taxa de juros pelo banco central norte-americano são a melhor maneira de proteger a recuperação econômica dos Estados Unidos e manter o crescimento do mercado de trabalho o mais forte possível e a inflação sob controle.

“Em dia de alta de commodities no exterior, influenciados também por dólar mais fraco e manutenção do tom de alta gradual de juros pelo Fed, e com preços das ações atrativos a estrangeiros, temos até o momento um dia tranquilo, com recuperação após perdas recentes”, disse o analista da Lerosa Investimentos Vitor Suzaki.

No front local, o mercado segue atento ao cenário eleitoral, à espera de mais clareza sobre o rumo do pleito. Neste sentido, a pesquisa de intenção de votos da XP Investimentos mostrou pouca mudança na corrida eleitoral, com oscilações dentro da margem de erro e o candidato Jair Bolsonaro (PSL) mantendo a liderança na disputa em um cenário em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está fora do páreo.

DESTAQUES - PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiam 1,73 por cento e 1 por cento, respectivamente, em dia positivo para os preços do petróleo no mercado internacional, diante de sinais de que as sanções dos Estados Unidos ao Irã já estão reduzindo a oferta global.

- CSN ON avançava 1,9 por cento, entre as maiores altas do Ibovespa, tendo no radar a notícia de que a empresa vai reajustar preços do aço para a rede de distribuição, indústria e construção civil em 10,25 por cento a partir do dia 3 de setembro.

- USIMINAS PNA ganhava 1,50 por cento, diante da expectativa pela venda da sua joint venture de mineração em Minas Gerais, Musa. Segundo a equipe da Guide Investimento, a medida já era esperada, mas o desinvestimento no ativo deve contribuir para melhorar a estrutura de capital da Usiminas.

- VALE ON subia 1,4 por cento, em dia positivo para os contratos do minério de ferro na China.

- ITAÚ UNIBANCO PN avançava 0,63 por cento e BRADESCO PN tinha alta de 1 por cento, recuperando-se das quedas da véspera e ajudando o viés positivo do índice devido ao peso em sua composição.

- FIBRIA ON caía 1,05 por cento e SUZANO PAPEL E CELULOSE ON perdia 0,12 por cento, entre os destaques negativos do pregão, reagindo a notícia publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo de que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) avalia impor “remédios” à fusão entre as duas empresas.

Por Flavia Bohone

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below